SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O fotógrafo britânico Mick Rock, que retratou imagens icônicas de artistas como David Bowie e de bandas como Sex Pistols, ganhando a alcunha de “homem que fotografou os anos 1970”, morreu aos 72 anos, divulgou sua família nesta sexta (19).

O artista foi o criador de famosas capas de álbuns de astros do rock como Lou Reed, Iggy Pop e Queen, mas também, posteriormente, fotografou artistas de outros gêneros musicais, como a cantora pop Lady Gaga, Janelle Monáe, o rapper Snoop Dogg e o grupo Daft Punk.

Em 2014, Mick Rock ganhou uma exposição com parte de seu acervo fotográfico no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo.
“É com o mais pesado dos corações que compartilhamos que nosso amado rebelde psicodélico Mick Rock fez a jornada junguiana para o outro lado”, disse sua família em mensagem publicada no Twitter.

“Ele era um fotógrafo poeta –uma verdaddeira força da natureza que passou seus dias fazendo exatamente o que amava, sempre em seu próprio caminho deliciosamente espantoso. Ele era uma criatura mítica.”

Leia também:   Marília Mendonça é artista brasileira mais ouvida no Spotify em 2021

Jhonny Marr, guitarrista do grupo The Smiths, afirmou pela rede social: “Adeus por enquanto, meu amigo camarada Mick Rock. Um poeta visionário”.

Rock nasceu em Londres em 1948 e se formou pela Universidade de Cambridge em línguas modernas e medievais. Começou a se interessar por fotografia nos tempos colegiais, ao registrar seus colegas.

 

Foto do destaque: Nathalie Rock – Twitter/Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here