A petroleira norueguesa BW Energy vai apresentar plano de investimentos para o Polo Golfinho, localizado na Bacia do Espírito Santo, no dia 14 de maio. O encontro acontece a partir das 9 horas, na sede da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), em Vitória.

De acordo com a assessoria da Findes, o evento BW Energy no ES será dividido em dois momentos. “Na parte da manhã, falará sobre o desenvolvimento do campo de Golfinho. Já a parte da tarde está reservada para uma Rodada de Negócios entre a companhia e empresas fornecedoras da cadeia de suprimentos de óleo e gás, às 14 horas” – detalha.

O encontro é uma realização do Fórum Capixaba de Petróleo, Gás e Energia, coordenado pela Federação, e apoiado pelo Programa +Negócios.

 

Setor de Petróleo e Gás em alta no ES

Segundo a presidente da Findes, Cris Samorini, a produção de petróleo e gás natural vem crescendo no Espírito Santo e que ainda há potencial para ir além. De acordo com o Anuário da Indústria do Petróleo e Gás Natural no ES, até 2028, a produção de óleo e gás no Estado deve crescer ao menos 5% ao ano.

Leia também:   Exportações do agro capixaba crescem 78% nos primeiros cinco meses de 2024

“Estamos diante de um segmento de grande relevância no Espírito Santo e que representa mais de um quarto da economia da indústria capixaba. Além disso, também temos no Estado muitas empresas fornecedoras qualificadas e com potencial para atender grandes companhias que estão chegando ao ES.”

Uma das empresas que tem investimentos previstos para o Estado é a BW Energy. Até 2028, a companhia vai aportar R$ 4 bilhões para o desenvolvimento dos campos de Golfinho e Camarupim, na Bacia do Espírito Santo.

No campo de Golfinho, perfurará dois poços, o que mais que dobrará a produção do polo, hoje em 10 mil barris por dia, permitindo ainda a oferta de 1,5 milhão de m³/dia de gás natural.

A empresa também pretende aumentar a produção de gás natural com a interligação do gás do campo Camarupim à plataforma FPSO Cidade de Vitória – localizada no campo de Golfinho -, planejada para ser concluída até 2030.

Foto do destaque: Alexandre Mendonça-Findes/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here