A Defesa Civil do Município de Jaguaré está solicitando que produtores que possuem barragens abram os monges, permitindo, assim, vazão do excesso de água, para evitar rompimentos, em decorrência das chuvas. Na noite de quarta-feira (21), ocorreu um rompimento em barragem do Córrego 18 (Comunidade São João Bosco).

“A Prefeitura de Jaguaré reforça a importância de prevenção por parte da população diante da possibilidade de rompimento de barragens, como a ocorrida no Córrego do 18 nesta quarta-feira à noite, devido ao aumento do volume de água causado pelo excesso de chuva. Solicitamos que os moradores das regiões ribeirinhas estejam em alerta máximo e sigam as orientações da Defesa Civil. Evitem áreas próximas às barragens, pois, a segurança de todos é nossa prioridade” – sustenta a Prefeitura, em nota.

Com o rompimento da barragem no Córrego 18, o Saae chegou a interromper o abastecimento de água da população. O manancial é afluente do Córrego Jundiá, onde tem a barragem onde é captada a água para o abastecimento da Cidade. Entretanto, o sistema foi normalizado.

Leia também:   Carreta tomba na BR-101 no Espírito Santo

“O Saae retornou à normalidade com o sistema de abastecimento de água, que havia sido interrompido por precaução, na última noite. A Defesa Civil do município solicita aos produtores, que possuem barragens em suas propriedades, que abram os monges permitindo, assim, a vazão do excesso de água para evitar mais rompimentos” – sustenta.

Nesta manhã, o prefeito Marcos Guerra e equipe da Prefeitura foi ao local no Córrego 18, onde ocorreu o rompimento de barragem.

 

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here