O resultado do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) para o mês de abril em São Mateus não são nada animadores. Os dados apresentados nesta sexta-feira (24) pelo Ministério da Economia registram que o Município enfrenta um saldo negativo de empregos formais, ou seja, aumento no desemprego no período. De acordo com os dados, São Mateus perdeu 48 vagas com carteira assinada no mês de abril. O acumulado dos últimos 12 meses indica uma perda de 225 postos de trabalho formais. No entanto, apesar de ainda serem negativos, os números mostram uma recuperação em relação ao mês de março, que registrou a perda de 166 vagas de empregos com carteira.

No mês de abril, o pior desempenho foi nos setores de comércio e agropecuário. O comércio, entre demissões e admissões, teve o um saldo negativo de 29 empregos a menos. Já o setor agropecuário teve 72 empregos a menos, que foi o que mais demitiu: um total de 235 desligamentos. Em contrapartida, o setor que mais registrou admissões foi o de serviços, com 176 vagas preenchidas. Como teve 149 demissões, ficou com um saldo positivo de 27 empregos com carteira. Os setores que registraram nenhuma atividade, de admissão e desligamentos, foram a administração pública, industrial e extrativista.

Leia também:   Casagrande sanciona nesta quarta lei que dá o nome de Governador Gerson Camata à Segunda Ponte de Vitória

ESPÍRITO SANTO

Na contramão do Município, o Estado conseguiu gerar 2.881 empregos com carteira assinada no mês de abril. No acumulado dos últimos 12 meses o resultado também é positivo, com a criação de 17.035 vagas formais. O setor que mais empregou em abril foi o de serviços, com 10.459 admissões, porém foi também o que mais teve vagas perdidas, com 9.689 demissões, ficando com um saldo positivo de 770 empregos formais gerados, o que contribuiu para o bom desempenho do Estado. O setor que teve o maior saldo positivo foi o agropecuário, com 1.438 empregos com carteira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here