SEMANA DA AGRICULTURA
Foi aprovado na Câmara de São Mateus a Semana Municipal de Agricultura e Sustentabilidade. O projeto é de autoria da vereadora Ciety Cerqueira, que nesta semana esteve reunida com o senador Fabiano Contarato, em Vila Velha. A matéria segue para sanção do prefeito e a data deverá integrar o calendário oficial de eventos do Município a ser comemorada anualmente na última semana de julho, alusiva ao Dia do Agricultor (28).

SESSÃO ITINERANTE
Também nesta semana foi aprovada a solicitação da realização de uma sessão itinerante da Câmara de São Mateus a ser realizada no dia 31 de agosto em Nestor Gomes. Será a primeira reunião ordinária desta legislatura fora da sede do parlamento. Sessões itinerantes são permitidas pelo Regimento Interno da Casa.

INFLUÊNCIA POSITIVA
O que a princípio seria um evento presencial migrou para o online devido à pandemia do novo coronavírus e teve o formato original alterado. Da série ‘males que vem para o bem’, a Festa da Palavra foi além das margens do Rio Itaúnas e inundou o mundo inteiro. Com muita influência positiva, Elisa Lucinda e convidados, no primeiro dia da programação, enalteceram o poder da palavra. Este é o ponto e o intuito máximo do evento: mostrar a quem assiste e participa a importância dessa arma tão poderosa e muitas vezes não explorada. A programação, que começou na quinta-feira, segue até amanhã.

ARTE DA PALAVRA
A palavra é antibélica, mas tem muito poder e vence guerras. A mesma palavra que cura, fere. Elas podem atrair, convencer e afastar. Até o silêncio fala! E cá entre nós, quando não se sabe o que dizer é bem melhor se calar.

LIBERDADE VS. RESPOSABILIDADE
A liberdade que o advento da internet proporcionou na sociedade fez aparecer muitos ‘pensadores’, ‘analistas econômicos e políticos’, ‘especialistas religiosos e da ciência’, que antes só se observava nos balcões de boteco. Com a capacidade de atingir uma massa de expectadores cada vez maior, é necessário que a ética e a responsabilidade estejam em primeiro plano. O que dizemos ou defendemos pode influenciar pessoas menos desavisadas. Por isso, é preciso que esses ‘pensadores’ coloquem as mãos na consciência, pois uma fake news, uma informação enganosa, pode custar muitas vidas, como vimos no atual momento de pandemia no Brasil.

Leia também:   Polícia Federal faz operação em endereços da Precisa Medicamentos a pedido da CPI da Covid

ALÁ, O AVIÃO!
De certo o que estamos observando em momentos atuais sobre as mazelas que acontecem em nosso país lembram as brincadeiras de criança, quando um moleque mais esperto que queria tomar o doce de outro mais ingênuo na escola, apontava aos céus e dizia: “Alá, o avião!”. ‘Vlupt’: lá se foi o docinho! Assim caminha o brasileiro: enquanto muitos morrem, passam fome, sofrem com a criminalidade e não têm perspectiva algum de melhora nas políticas econômicas baseada na inação do governo federal, vem o ‘tiozão especialista do zap’ e aponta: “Alá, Cuba!”

ALTA DOS PREÇOS
Quem que ganha salário mínimo ou abaixo da linha da classe média não teve vontade de chorar nas gondolas dos supermercados, no açougue, na padaria, no posto de combustíveis, no depósito de gás ou mesmo quando chega a conta de luz que atire a primeira pedra. Os preços estão altos e o salário cada vez com menos poder de compra. Se nada for feito no plano econômico no País, cada dia que passa mais pessoas perderão o patrimônio que conquistou às duras penas nas últimas duas décadas. O reflexo é cada vez mais engrossar as fileiras da pobreza e da miséria.

Leia também:   Na CPI, Renan chama fala de Bolsonaro na ONU de 'triste espetáculo' e diz que presidente mentiu

RESGATE RECORDE DA PREVIDÊNCIA
A crise econômica na esteira da pandemia fez com que os brasileiros recorressem aos recursos da previdência privada –uma poupança voluntária para o futuro– para arcar com as despesas do presente. Dados da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi), que representa empresas e entidades do segmento, mostram que, desde março do ano passado até maio deste ano, já foram resgatados R$ 110 bilhões dos fundos de previdência complementar (PGBL e VGBL). O valor corresponde a mais de 10% das reservas destas aplicações, que somam R$ 1 trilhão, e é o maior montante já retirado para o período de 14 meses. Os resgates funcionaram como uma válvula de descompressão das finanças das famílias durante a pandemia, em que muitos perderam o emprego ou viram as receitas dos seus negócios despencarem. É um dado assustador, pois as pessoas estão usando as reservas que têm para viver mais tranquilas no futuro para sobreviver agora.

GREVE E PROTESTO
Para tentar sensibilizar o Governo Federal e atacar as políticas econômicas do País, movimentos preparam greve e protesto contra a alta nos preços. Neste sábado, por exemplo, em São Mateus ocorre uma ação do Sindipetro-ES no Bairro Vila Nova com a venda do gás de cozinha a R$ 40. O Sindicato entende que, não fosse a política de preços praticada pela Petrobras, seria este o valor justo pago pelo combustível que está presente na maioria esmagadora dos lares. E para domingo, há ainda a previsão de uma greve não confirmada de caminhoneiros. Ou acordamos agora, ou quando acordarmos não teremos mais nem a cama para deitar novamente!

Leia também:   Ministro da CGU afirma que não houve superfaturamento na compra da Covaxin porque não teve pagamento

CPI DA PANDEMIA
O recesso do Congresso Nacional fez paralisar, oficialmente, os trabalhos na CPI da Pandemia. Porém, o que se vê é um cenário muito movimentado nos bastidores de Brasília. Como o foco da Comissão sofre transmutações ao sabor dos ventos que sopram nos balcões do Governo Federal, principalmente no Ministério da Saúde, a informação que se tem é que estão chovendo interessados em contribuir com novas denúncias de condutas suspeitas ‘no reino encantado do comissionamento’ nas compras da pandemia, principalmente de vacinas e máscaras. A previsão é de capítulos ainda mais eletrizantes na retomada dos trabalhos, em 2 de agosto.

TEMPESTADES TORRENCIAIS
Previsão também de tempestades torrenciais para o Governo Federal na reabertura do parlamento. Jair Bolsonaro terá de lidar com o Centrão –a quem ele tanto criticou e agora ameniza– que está cada vez mais voraz, com um apetite insaciável pelo poder. Consultores políticos apontam que quem já governa o País de fato são os partidos do centro, tendo o presidente apenas como uma figura decorativa. Aliás, esse acordo com o diabo que fez Jair com o Centrão acabou esbarrando em Paulo Guedes, o superministro, que está mais enfraquecido politicamente. Se não bastasse, o presidente lida com a queda na aprovação do seu governo, denúncias de corrupção pipocando na CPI da Pandemia e, até, um problema intestinal. Será que terá energias para comemorar o Natal no Palácio da Alvorada?

LOUCURA REAL
“Enquanto você se esforça pra ser/Um sujeito normal e fazer tudo igual/Eu do meu lado aprendendo a ser louco/Um maluco total, na loucura real” – (Raul dos Santos Seixas).

Foto de Destaque: Pixabay

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here