A multicampeã de fisiculturismo Jeniffer Endringer, destaque na categoria Wellness, intensificou os treinos em busca de dois objetivos. O primeiro é ser bicampeã do Brasil Trading Fitness Fair, competição internacional que acontece em outubro, em São Paulo. E o segundo é conquistar Las Vegas, o campeonato mundial Ms. Olympia, que acontece em 2020. Musa do Verão TC em 2013, Jhey, como gosta de ser chamada, tem 24 anos e está cursando Educação Física, além de atuar como modelo fitness. Em entrevista à Rede TC, ela disse que leva muito a sério os treinamentos, que são rigorosos, e que faz preparação com o coach Ricardo Pannain, de Santa Catarina.

Jhey relata que começou a se interessar pelos exercícios físicos há 10 anos porque não estava satisfeita com o próprio corpo. Quando participou, na plateia, pela primeira vez de uma competição de fisiculturismo, se apaixonou. Direcionando os treinamentos, ela competiu pela primeira vez de um campeonato estadual, sendo campeã. Com a motivação nas alturas, decidiu competir em um campeonato nacional, e foi novamente campeã. Ainda sentindo o frio na barriga, não parou por aí e, hoje, já coleciona tantos títulos que nem consegue lembrar.

Leia também:   INFORME TC - por Claudio Caterinque • Edição 6.337

Os mais importantes, entretanto, são o bicampeonato estadual e o tri brasileiro. Somente neste ano, Jhey foi bicampeã no Musclecontest Internacional Brasil, campeã do Ms. Olympia na Colômbia e tricampeã no Arnold Classic South América. Ela é também campeã no Ms. Olympia Brasil e no Brasil Trading Fitness Fair.

 

Treinos todos os dias e dieta rigorosa na rotina de Jhey

Moradora de Guriri, Jeniffer Endringer, a Jhey, treina todos os dias. De segunda a sábado, os treinos são mais intensos, com exercícios direcionados pelo coach Ricardo Pannain, de Santa Catarina, para queima de gordura e definição dos músculos. E todos os dias ela ainda faz treinos aeróbicos. A dieta, muito rigorosa, exige oito refeições diárias, que inclui proteínas como ovo, frango, peixe e whey protein, e carboidratos, como arroz e aveia. “A palavra é disciplina. É difícil, principalmente a alimentação. Mas é preciso manter o foco. Sempre digo que chegar ao topo não é difícil, mas se manter lá em cima exige muito esforço e dedicação” – enfatiza.

Leia também:   Casagrande sanciona nesta quarta lei que dá o nome de Governador Gerson Camata à Segunda Ponte de Vitória

Jhey afirma que recebe todo o apoio que precisa da família. Ela lembra que, no princípio, recebeu muita força da mãe e do irmão. Hoje outros parentes, além dos amigos, dão muito incentivo para que continue com foco. Sem tempo para uma vida social mais ativa, Jhey revela que optou por ficar solteira. Perguntada sobre qual título conquistado é o preferido, a resposta, na ponta da língua, é enfática: “Todos”. Mas acabou confessando que os primeiros, estadual e brasileiro, no mesmo ano, além das competições internacionais, foram os que mais lhe trouxeram alegria.

A fisiculturista afirma ainda que, a partir de 2020, a categoria dela, Wellness, se torna profissional no Ms. Olympia Las Vegas, quando pretende encarar com grande expectativa de título. “Sempre fui favorita nas competições que disputei antes de trocar de federação. Agora, com a nova federação, quero ser campeã mundial” – decreta.

São Mateus-ES

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here