Um homem morreu e três ficaram feridos e hospitalizados após confronto com troca de tiros com policiais militares, na madrugada de domingo (31), em Linhares. Os baleados são suspeitos de cometerem roubo em Guarapari e estavam em fuga pela BR-101, visto que passaram pelo cerco eletrônico em João Neiva.

Com essas informações sobre autores de roubo em Guarapari, a Polícia Militar fez contato com o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), para realizar um cerco. “Os militares deram voz de parada e o motorista acatou. Quando os policiais se aproximaram, notaram que o passageiro que estava sentado no banco de trás, do lado direito, virou para o vidro traseiro com uma arma. Ele apontou na direção dos militares e os policiais atiraram. No mesmo instante, o condutor acelerou o automóvel, iniciando uma fuga” – relata a PM.

A perseguição seguiu pela BR-101 até um trevo de acesso a colégio, quando os suspeitos se depararam com um grupo de abordagem de policiais da 1ª Companhia do 12⁰ Batalhão que tentou fechar a passagem do carro na rodovia federal, “mas o motorista jogou o veículo contra os militares que desviaram para que não houvesse uma colisão frontal”.

Leia também:   PM encontra crack após fuga de suspeito

O acompanhamento continuou e no Bairro Novo Horizonte, “o condutor visualizou outro cerco, mais à frente, e jogou o carro por cima do canteiro central, invadindo a pista lateral, sentido a contramão. Neste momento, o porta-malas do carro abriu e vários objetos foram caindo. Outras foram arremessados pelos ocupantes do veículo para atingir as viaturas”.

Perseguição até colisão em muro

A Polícia Militar relata que o automóvel em fuga seguiu pela BR 101 na contramão até passar por uma concessionária e curvar na lateral de um bar, indo para cima das mesas que estavam na calçada.

“Dali, o veículo seguiu pela Avenida Genésio Durão, no Bairro Três Barras, e em certo momento, o ocupante traseiro direito apareceu virando para trás como se fosse atirar contra as viaturas que estavam logo atrás. Foi necessário que uma das equipes prosseguisse pela contramão da via para evitar ser atingida pelos disparos” – detalha.

A Polícia Militar frisa que a perseguição continuou até nas imediações do Fórum de Linhares, quando um pneu do carro estourou e o condutor perdeu o controle, colidindo em um muro nos fundos do prédio da Justiça.

Leia também:   Polícia Militar recupera moto roubada em São Mateus

Tiros e baleados

De acordo com a Polícia Militar, após a colisão, as viaturas se aproximaram e os militares desembarcaram para realizar a abordagem.

“O carona da frente realizou disparos pela janela contra um dos policiais e o ocupante traseiro do lado direito surgiu pela abertura do porta-malas aberto e apontou uma arma na direção de dois militares. A injusta agressão foi revidada pelos policiais e após cessarem os disparos, o ocupante carona traseiro direito abriu a porta e deitou no chão. Já o carona dianteiro saiu do veículo e arremessou um objeto contra uma vegetação, caindo no chão, em seguida dizendo estar baleado. Do lado esquerdo do carro desceram o condutor e um ocupante traseiro. Os dois estavam baleados. Imediatamente, foi solicitado socorro às vítimas pelo Samu e Corpo de Bombeiros” – descreve a PM.

Quando outras viaturas chegaram no local, foram realizadas buscas, sendo localizado o objetivo arremessado, um revólver calibre 38 com cinco munições, sendo três deflagradas e duas picotadas. Na lateral direita do carro foi encontrado um revólver calibre 32, com três munições, sendo duas picotadas e uma intacta. Com a chegada do socorro, foi constatado que o ocupante traseiro direito estava em óbito.

Leia também:   Supremo invalida lei do Espírito Santo que garantia porte de armas para vigilantes e seguranças

Os outros três envolvidos foram levados para o Hospital Rio Doce. Um recebeu alta e foi encaminhado para a Delegacia Regional de Linhares. Os outros continuaram no hospital sob escolta.

POLÍCIA CIVIL

A Polícia Civil informou, nesta segunda-feira, que três suspeitos foram autuados em flagrante por furto qualificado e tentativa de homicídio. “Um deles, de 20 anos, foi conduzido à Delegacia Regional de Linhares depois de receber atendimento médico. Após os procedimentos, ele foi encaminhado ao sistema prisional. Os outros dois, de 20 e 28 anos, permanecem internados sob escolta e serão encaminhados ao sistema prisional assim que receberem alta médica. A assessoria de imprensa da Polícia Civil não tem acesso a boletins médicos de indivíduos internados” – detalha.
O corpo do envolvido morto foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Linhares, para ser necropsiado.

 

Foto: TC Digital

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here