A secretaria municipal de Educação lança nesta quinta-feira (18) o Programa de Regularização de Fluxo Escolar (Prefes) e realiza a entrega de projetores de mídias para 154 escolas, creches e escolas do campo. O ato está marcado para começar às 10h no Auditório do Centro Administrativo da Prefeitura de São Mateus.

De acordo com a secretária de Educação Simone Casini, o Programa serve para regularizar o fluxo escolar dos estudantes, ou seja, corrigir a série com a idade. “Na pandemia, por exemplo, muitos alunos tiveram dificuldades com a aprendizagem quando retornaram. Então, houve reprovações e eles não estão no fluxo regular, ou seja, a idade e série deles não são correspondentes” – explica.

O objetivo do programa é trabalhar com as turmas do 6º ao 9º ano para acelerar o aprendizado.
Foto: Secom-PMSM/Divulgação

Ela detalha que a regularização do fluxo é uma forma de aplicar pedagogicamente o conteúdo de maneira diferenciada onde o aluno consegue desenvolver mais habilidades nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, com conteúdo necessário para avançar.

“Esse avanço pode acontecer em um ou dois anos. Vamos começar já neste ano. A primeira fase está marcada para começar no próximo dia 29, com o Prefes A, e no próximo ano teremos o Prefes B. Vamos elaborar todo o conteúdo, reformular toda a organização curricular desses alunos para que eles consigam aprender as competências necessárias para avançarem de ano” – frisa.

Leia também:   Aumento na procura faz preço do arroz subir em São Mateus

Segundo Simone, o objetivo é trabalhar com as turmas do 6º ao 9º ano para acelerar o aprendizado ao longo de todo o ano letivo. Ela enfatiza que a regularização de fluxo tem que ser trabalhada todos os anos e cita como exemplo o fato de alunos transferidos de outros municípios com defasagem série-idade.

“A escola já tem o levantamento desses alunos. Serão montadas salas de aula específicas para as turmas a partir do dia 29 de abril. Vamos criar ainda uma comissão, com participação do Conselho Municipal de Educação, junto com uma equipe da Secretaria para trabalhar a regulamentação. O Programa está sendo criado por decreto e a comissão por portaria interna da Secretaria de Educação que irá funcionar o ano inteiro acompanhando as turmas e na formulação da regulamentação por resolução do Conselho” – afirma.

“Inclusive existe necessidade de reformulação do material escolar. Essa demanda do Prefes levantei assim que cheguei à Secretaria. Então, estamos trabalhando a todo o vapor para produzir e adequar o material para as turmas para que seja um projeto contínuo no Município” – complementa.

Leia também:   Em São Mateus, 71,82% dos quilombolas têm menos de 50 anos, aponta IBGE

 

Foto do destaque: Secom-PMSM/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here