Faleceu na madrugada desta terça-feira (11), aos 102 anos, o mateense e morador antigo do Bairro Porto, Alvino Claudino Duarte. Ele foi um dos operários na construção de duas importantes pontes em São Mateus: a da BR-101, responsável por conectar o Sudeste com o Nordeste, e a de Guriri, sobre o Rio Mariricu, que ajudou a desenvolver um dos balneários mais procurados do Espírito Santo.

De acordo com o neto, Célio Jorge, o avô passou mal no sábado (8) e foi encaminhado ao Hospital Roberto Arnizaut Silvares onde ficou internado até a madrugada desta terça-feira (11). Célio acredita que a causa da morte tenha sido uma pneumonia.

Alvino Claudino Duarte era mateense e faleceu aos 102 anos, nesta terça-feira (11).
Foto: Divulgação

Seu Alvino era pai de muitos filhos, netos, bisnetos e até tataranetos, que o neto Célio Jorge não conseguiu contar. Era viúvo, evangélico e membro da Igreja Maranata do Bairro Porto. Segundo Célio Jorge, o velório acontece na Igreja Maranata e o sepultamento está previsto para as 16h. Ele não soube informar em qual cemitério o corpo do avô será enterrado.

Célio Jorge destaca ainda que o avô era brincalhão, comunicativo e fiel a Deus, além de ter sido apaixonado por futebol e torcedor convicto do Flamengo. “Ele era muito querido por familiares e conhecidos” – destaca.

Leia também:   Prefeitura busca eliminar lixão irregular no acesso ao Bairro Cohab

 

Foto do destaque: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here