A Câmara de Jaguaré arquivou três Comissões Parlamentares de Inquéritos e mais quatro pedidos de investigações na sessão ordinária desta segunda-feira (15). Em entrevista por telefone à Rede TC, o vereador Jean Fábio Costalonga informou que as três CPI’s, sendo duas contra o vice-prefeito cassado Ruberci Casagrande e uma contra o vereador Domingos Sávio Pinto Martins, abertas em 2017, foram arquivadas por decadência.

Relator da Comissão de Justiça e Redação do Legislativo jaguarense, o vereador Jean Fábio disse ainda que o anúncio do arquivamento destas três CPI’s foi feito pelo presidente da Câmara, vereador Aloísio Cetto, o Godero, na sessão desta segunda, onde também foram votados o arquivamento de quatro pedidos de investigação contra o prefeito Rogério Feitani, feito por um eleitor, e os demais contra os vereadores Robson Grobério, Jorge Morelo e Jorge Santana Magalhães.

Com os arquivamentos, segundo informou o vereador Jean Fábio, a pauta para abertura de comissões processantes da Câmara de Jaguaré está liberada. “Se surgirem novas denúncias, os vereadores podem apreciar. Não tem mais nenhuma comissão aberta” – afirmou.

Leia também:   Pai e filho são amarrados e torturados por encapuzados durante assalto em Jaguaré

Por meio de mensagem de aplicativo, o vereador Jean Fábio enviou à Rede TC uma nota à população de Jaguaré assinada por ele e pelos vereadores Robson Grobério e Domingos Sávio. Confira a íntegra da nota:

 

“NOTA À POPULAÇÃO DE JAGUARÉ
Nós, vereadores Jean Fabio Costalonga, Robson Grobério e Domingos Sávio Pinto Martins, vimos a público esclarecer que na noite desta segunda-feira, 15/04, a Câmara Municipal de Jaguaré votou, além dos projetos que constavam da pauta, os pedidos de arquivamento de diversas Comissões Parlamentares, entre elas, o pedido de CPI contra o prefeito Rogerio Feitani, feito por um eleitor do Município, e de investigação contra os vereadores Robson Grobério, Jorge Morelo e Jorge Santana Magalhães, estes a pedido do Ministério Público.
Os vereadores que a esta subscrevem analisaram e refletiram sobre os fatos, e após a devida ponderação, decidiram por votar pelo arquivamento das denúncias, por que, de fato todas já se encontram em apuração na esfera Judicial.
Não se trata de omissão diante das responsabilidades da função de vereador, mas, pelo contrário, de verdadeiro compromisso com a população de Jaguaré, vez que todos nós confiamos o poder de julgar essas denúncias ao judiciário, isento e autônomo que é. No que diz respeito, sobretudo à denúncia relativa ao prefeito Rogério Feitani, entendemos, como já dito, que o processo que se encontra na esfera judicial está em avançado estado de tramitação, e próximo do fim, portanto, não sendo oportuno que a Câmara instaure procedimento para apurar os mesmos fatos.
Declaramos por fim, que somos favoráveis à abertura de qualquer investigação contra o prefeito ou qualquer vereador, desde que esta seja fundada em fatos novos e que não estejam sendo apurados na Justiça. AGUARDAMOS A DECISÃO DA JUSTIÇA, POIS SÓ NELA É QUE CONFIAMOS.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here