SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Condecorado pelo governo inglês pela campanha para alimentar crianças pobres durante a pandemia da Covid-19, Marcus Rashford levou a melhor sobre Neymar nesta terça (20). O atacante do Manchester United fez o gol da equipe inglesa que decidiu o confronto contra o Paris Saint-Germain, na França.

O placar de 2 a 1 aconteceu na estreia dos dois times pelo grupo H da Champions League.

A partida foi o reencontro dos rivais depois das oitavas de final do torneio europeu em 2019. Rashford também foi decisivo naquela noite ao anotar um gol de pênalti nos acréscimos e classificar o United. Neymar estava lesionado e não jogou.

O PSG entrou em campo nesta terça com trio ofensivo composto pelo atacante brasileiro, Mbappé e Di María. O mesmo que havia feito o time chegar à final da última temporada, quando foi derrotado por 1 a 0 pelo Bayern de Munique.

O técnico Ole Gunnar Solskjaer deixou Paul Pogba no banco. A escolha foi para dar solidez defensiva. O português Bruno Fernandes seria o responsável de acionar as velocidades dos atacantes Marcus Rashford e Anthony Martial no contra-ataque. A tática funcionou no primeiro tempo.

Leia também:   SBT compra direitos da Champions League para TV aberta até 2024

A equipe inglesa, que teve a estreia do lateral brasileiro Alex Telles, abriu o placar com gol de pênalti marcado por Fernandes. O goleiro Kaylor Navas defendeu a primeira cobrança, mas a arbitragem considerou que ele se adiantou e, por isso, o meia-atacante bateu de novo aos 23 minutos.

O PSG criou apenas nos primeiros minutos, em arremate de fora de área do argentino Di María e finalização à queima-roupa de Mbappé defendida pelo goleiro De Gea.

Pouco eficiente na finalização e parando em De Gea quando acertava os chutes, a equipe parisiense contou com a ajuda do adversário para empatar. Aos 10 do segundo tempo, Martial desviou cobrança de escanteio de Neymar para o próprio gol.

Melhor defesa da última Champions League, quando foi vice-campeão, o PSG dava muitos espaços para o United, que desperdiçava oportunidades por errar o último passe ou na finalização. Com o tempo, os donos da casa tomaram coragem e foram à frente. Neymar obrigou De Gea a fazer uma grande defesa e a partida ficou aberta.

Leia também:   Neymar vive explosão de cartões vermelhos na carreira desde chegada ao PSG

Faltava alguém acertar um chute e resolver. Foi o que Rashford fez a quatro minutos do fim, ao bater cruzado.

Resultados da Champions desta terça;
– GRUPO E
Chelsea (ING) 0x0 Sevilla (ESP)
Rennes (FRA) 1×1 Krasnodar (RUS)
– GRUPO F
Zenit (RUS) 1×2 Brugge (BEL)
Lazio (ITA) 3×1 Borussia Dortmund (ALE)
– GRUPO G
Dínamo de Kiev (UCR) 0x2 Juventus (ITA)
Barcelona (ESP) 5×1 Ferencravos (HUN)
– GRUPO H
PSG 1×2 Manchester United
Leipzig (ALE) 2×0 Istanbul (TUR)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here