LEO BURLÁ
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Após autoridades sanitárias municipais fazerem uma inspeção no hotel do Flamengo, os dirigente do clube foram informados que o Estádio Municipal será fechado, o que impossibilita a realização do jogo desta terça-feira (22) contra o Barcelona de Guayaquil. Com isso, o jogo deve ser remarcado e a delegação irá antecipar o seu retorno ao Brasil.

O Flamengo aguarda um comunicado oficial, assim como a Conmebol. A entidade está reunida para definir os próximos passos, mas já está ciente da situação e vai se pronunciar em breve. Organizadora da Copa Libertadores, cabe à cúpula da entidade definir sobre como realocar a partida. A tendência é pelo adiamento, mas não há datas.

O clube foi varrido por um surto de Covid que já tirou de combate Isla, Filipe Luís, Diego, Vitinho, Bruno Henrique, Michael e Matheuzinho.

“O Flamengo não toma decisão nenhuma. O Flamengo está escutando a decisão que foi tomada pelas autoridades locais e o Flamengo é cumpridor das solicitações das autoridades. As autoridades locais disseram que o estádio não está mais apto a receber a partida e a gente respeita isso. Só estamos esperando agora um comunicado oficial da Conmebol. Estamos aguardando o comunicado de que não terá o jogo, oficialmente, pela Conmebol, mas o Flamengo já estava agora em uma reunião e foi dito pela autoridade do Equador que o jogo foi suspenso. O Flamengo respeita e, agora, vai para casa”, disse o vice de futebol Marcos Braz.

Leia também:   Carla Zambelli apresenta projeto de lei contra vacinação obrigatória para a Covid-19

Para minimizar as baixas, o Flamengo fez uma operação de guerra para levar quatro jogadores para o Equador, mas a viagem terá sido em vão.

Após o avião que saiu de Goiânia ser impedido de entrar no espaço aéreo do Peru, a aeronave voltou para Manaus e teve de aguardar o sinal verde para voar. O Rubro-negro embarcou, o lateral direito João Lucas, o zagueiro Natan e os atacantes Guilherme Bala e Rodrigo Muniz, e o mesmo avião seria usado para o transporte dos contaminados.

Além dos sete atletas que testaram positivo, o médico Marcio Tannure e o ex-jogador Juan também foram infectados e os resultados ficaram prontos nesta terça. O clube teme que ainda haja uma contaminação em massa.

A passagem do Flamengo no Equador foi para lá de conturbada. Goleado por 5 a 0 pelo Del Valle, o Fla viu o ambiente ficar quente e o técnico Domènec Torrent teve seu trabalho posto em xeque. No sábado, o vulcão Sangay entrou em atividade e fez o treino da equipe ser cancelado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here