Os moradores do Porto que realizaram protesto nesta quarta-feira (13) entraram em acordo com o secretário municipal de Obras, Infraestrutura e Transportes, Valter Pigati, às 17h30. Os manifestantes liberaram a Rua Barão dos Aymorés e a ladeira, nas imediações da Praça Municipal e da Igreja Matriz, que foram fechadas no início da tarde. Eles reivindicaram retomada das obras de reforma do campo de futebol e de pavimentação no Bairro Porto, principalmente das ladeiras de acesso.

A Rua Barão dos Aymorés foi fechada no início da tarde. Foto: Wellington Prado/TC Digital

O secretário Valter Pigati disse que nesta quinta-feira (14) inicia a construção de uma quadra esportiva de areia e quando secar será reiniciado de imediato o trabalho de elevação do campo de futebol. Em relação as ladeiras, Pigati adiantou que será realizado um paliativo, possivelmente com brita, para que melhore o acesso dos moradores ao bairro.

O secretário Pigati disse que a obra de pavimentação no Bairro Porto é dentro de convênio com o Governo Federal. Foto: Wellington Prado/TC Digital

Um dos manifestantes, Renato Pereira Ramos, relatou que foi iniciada a obra de pavimentação há quase um ano, mas os trabalhos nas ladeiras foram interrompidos. Ele frisa que quando chove causa um lameiro no bairro, que invade residências, além de dificuldade de acesso dos moradores. Renato salienta que os trabalhos de elevação do campo de futebol iniciaram há dois anos, mas pararam, fazendo com que a comunidade ficasse sem área de lazer.

Leia também:   DPVAT é ineficiente e onera os mais pobres, diz governo

Secretário municipal de Obras, Infraestrutura e Transportes, Valter Pigati disse que as obras de pavimentação não foram interrompidas, mas seguem de forma lenta. Ele explica que a pavimentação do Bairro Porto é em convênio com o Governo Federal, que “não repassou os recursos”. Pigati explica que o Município já arcou com a contrapartida de R$ 80 mil, mas que a obra tem um valor superior a R$ 700 mil. Conforme disse, o prefeito Daniel Santana foi a Brasília com o intuito de liberar os recursos.

Pigati disse que já foi feita a pavimentação, drenagem e colocado corrimão em escadaria e iniciado o trabalho de drenagem para pavimentação das ladeiras. Entretanto, em virtude da lentidão, o secretário detalha que o trabalho que é feito acaba perdido e sendo necessário ser refeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here