A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Delegacia de Jaguaré, prendeu em flagrante um homem de 45 anos, suspeito de furtos de vários equipamentos agrícolas na região. A Secretaria Estadual da Segurança Pública e Defesa Social  (Sesp) detalha que os produtos furtados são avaliados em mais de R$ 200 mil.

A prisão ocorreu durante operação quinta-feira (12), na localidade rural de São Roque. Em nota enviada pela Sesp, a titular da Delegacia de Polícia de Jaguaré, delegada Gabriella Zaché, disse que a ação da Polícia Civil se deu após produtores rurais da região denunciarem vários furtos a implementos agrícolas, defensivos e equipamentos de alto valor agregado.

Após a equipe de policiais civis identificar o suspeito e a localidade, foi montado um cerco à propriedade, momento em que o homem tentou fuga em meio a vegetação, mas foi alcançado e preso.

Suspeito disse que comprou produtos

A Sesp detalha na nota que o suspeito preso alegou que apenas adquiriu os produtos, “porém não sabia sequer declinar o nome do vendedor, alegando somente conhecer de vista”.

Leia também:   Policiais militares encontram foragido em Conceição da Barra

De acordo com a Sesp, durante a abordagem ao suspeito, foram encontrados na propriedade dele, ao lado de um alojamento, 90 canos de irrigação com valor de mercado de mais de R$ 30 mil. No entanto, a PCES registra que o homem de 45 anos disse ter adquirido os canos pelo valor de R$ 1.500,00. “Além de outros produtos reconhecidos pelas vítimas, foi encontrada também uma arma de fogo usada pelo suspeito para a defesa pessoal”, afirma a Sesp.

Conforme o registro da Polícia Civil, as diligências realizadas apontam que o homem como principal suspeito de receptação e furtos na região, tendo uma propriedade rural sendo usada para esconder o material furtado na região.

Sem notas

A Sesp acrescenta que o suspeito disse em interrogatório que não tem notas e que alguns produtos eram comprados por meio de apresentações em rede social, sem qualquer documento que comprove. Entretanto, “todos os produtos foram reconhecidos pelas vítimas com o devido registro de boletim”.

O homem foi autuado pelo crime de receptação e posse irregular de arma de fogo, sendo conduzido ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Mateus, onde permanece à disposição da Justiça.

Leia também:   Nova Venécia retira torcedor do quadro de sócios após acusação de assédios no estádio

“A Polícia Civil entende por certo que a prisão desse indivíduo cessará crimes praticados contra produtores rurais na região, haja vista que outras diligências ainda estão em curso para identificar outros envolvidos que possam estar diretamente ligados a ele”, acrescenta a delegada Gabriela.

Foto de destaque: Sesp/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here