LEO BURLÁ
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – O Flamengo retomou os treinos, mas o Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro (MPT-RJ) ainda quer alguns esclarecimentos por parte do clube, que está desde terça-feira (19) na ativa.

A procuradora do trabalho Valdenice Amalia Furtado instaurou inquérito, ao qual a reportagem teve acesso, para apurar se a volta dos treinamentos está amparada em bases legais. Segundo a magistrada, o clube tem cinco dias para comprovar o seguinte: (1) Que sua atividade não foi suspensa pelas autoridades competentes; (2) o procedimento com relação a trabalhadores contaminados ou com suspeitas de estarem com Covid-19; e a adoção de medidas de combate à propagação da Covid-19, relacionando-as.

O inquérito foi instaurado na última quarta-feira (20) e tem como base imagens feitas pelo helicóptero da Rede Globo, que flagrou imagens do treino, e também uma reportagem do UOL Esporte, que corroborou a informação sobre a atividade.

O governador Wilson Witzel contrariou seu próprio decreto e afirmou que a volta das atividades está por conta dos clubes, ainda que os treinamentos não constem como atividades essenciais durante o período de quarentena, válido até dia 31 de maio.

Leia também:   Flamengo aposta em novo patrocínio para diminuir prejuízo com arrecadação

A Prefeitura do Rio, por sua vez, garantiu que há sanções possíveis para o Rubro-Negro. Beatriz Busch, secretária municipal de Saúde, reiterou que o Fla não está autorizado a retomar os trabalhos.

“O retorno aos treinos, físicos ou táticos, ainda não está permitido, ao menos até o próximo dia 25, quando vamos rediscutir. O médico do Flamengo ficou de levar à presidência e nos dizer o que está acontecendo lá de verdade. Há mecanismos de fiscalização que estão acontecendo. Nós temos certeza que o Flamengo, que é um grande parceiro do Rio de Janeiro, vai seguir a regra até o dia 25, quando voltaremos a conversar”.

O Flamengo alegou que o retorno teve o aval dos funcionários e jogadores. Nesta sexta (22), o elenco é aguardado para uma nova rodada de atividades em três campos do Ninho do Urubu.

O presidente Rodolfo Landim esteve em Brasília para um encontro com o presidente Jair Bolsonaro. Na agenda, os mandatários discutiram a retomada do futebol no país. Ao lado do Vasco, o Fla é o maior entusiasta da ideia no Rio de Janeiro.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here