. Entrave 101

A duplicação da BR-101 no trecho norte do Espírito Santo torna-se cada vez mais um objetivo de difícil consumação. A esperança dos moradores da região norte capixaba era de que, com a concessão da rodovia, as obras finalmente sairiam do papel. Ledo engano. O imbróglio se arrasta há anos. Nesta semana acompanhamos mais um episódio frustrante dessa trama. Desta vez, foi o Ibama que disse na Assembleia Legislativa capixaba que o trecho da rodovia na Reserva Biológica de Sooretama não pode receber obra nenhuma e essa falta de licenciamento, apenas nesse pedaço que corta os municípios de Jaguaré, Sooretama e Linhares, serve de pretexto para que nenhum centímetro da rodovia seja duplicado nos cerca de 150 quilômetros que corta o centro-norte capixaba.

 

. PRTB de Jaguaré

O vereador Gustavo Sossai recebeu nesta semana em Jaguaré o presidente da Assembleia Legislativa do Espírito Santo, o deputado estadual Erick Musso. Sobre a mesa de discussão, a pré-candidatura de um nome do PRTB jaguarense a prefeito do Município. Gustavo Sossai não confirma, e nem nega, que possa concorrer a um cargo majoritário em novembro. A interlocutores ele diz que o partido, com toda a certeza, terá candidato com duas escolhas prováveis: o próprio Gustavo Sossai ou o também vereador João Vanes.

 

. Nomes certos

Apesar do cenário ainda nebuloso para a secessão em Jaguaré, são considerados nomes certos na disputa ao Executivo Municipal, Marcos Guerra e Luciano Laquini. Marcos já foi vereador e secretário municipal. Na eleição de 2016, ele concorreu ao cargo de prefeito. Luciano Laquini é filho do ex-vereador e ex-presidente da Câmara Deucides Ferreira de Ataídes e era, até bem pouco tempo, secretário municipal de Meio Ambiente na atual gestão do prefeito Rogério Feitani. Neste pleito Luciano deve contar também com o apoio do ex-prefeito Evilázio Altoé. Marcos Guerra conta com o apoio do ex-prefeito e atual vereador Sávio Martins, mas está tentando ampliar seus horizontes mantendo entendimentos com outras legendas.

Leia também:   Voluntários de Guriri produzem e doam mais de 10 mil máscaras

 

. Pedro Canário

Nesta semana, mais um pré-candidato a prefeito de Pedro Canário confirmou articulações no Município. O produtor rural e empresário Domingos Sopelete Sobrinho, o Dominguinho, declarou à Rede TC que já conversa com outros partidos no sentido de encaminhar a pré-candidatura dele. Inclusive, um dos partidos em articulação que o Dominguinho citou é o MDB, do já declarado pré-candidato Marcos Robério, o Binho, que é procurador na Prefeitura. Há quem diga até que a pré-candidatura de Dominguinho pode ser fortalecida com o apoio do ex-prefeito Antonio Fiorot.

 

. Enquanto isso…

Em São Mateus as articulações andam agitadas. A já declarada pré-candidata Elizângela Preta busca fechar rapidamente um nome para ser o pré-candidato a vice na chapa dela. O perfil que ela busca é de homem, ou mulher, preferencialmente do campo, produtor rural. Outro pré-candidato a prefeito, o historiador Eliezer Nardoto, anda apostando na figura do vice-presidente, o general Hamilton Mourão, para conquistar votos na direita, mas também afirma estar conversando com todos os segmentos da sociedade no famoso tête-à-tête. O radialista Ferreira Júnior também está colocando o nome dele como pré-candidato a prefeito. Enquanto isso os demais pretensos ao cargo só assistem…ou não!

Leia também:   Com o governador Renato Casagrande, FVC abre semestre de aulas nesta segunda

 

. Dinheiro na praça

Os benefícios emergenciais do Governo Federal, além de outras formas de distribuição de renda como os saques emergencial e de aniversário do FGTS, ajudaram a colocar dinheiro na praça. A percepção é dos próprios comerciantes. Alguns afirmam que o dinheiro está circulando num fluxo satisfatório. Inclusive com reflexos na construção civil. O recurso que era esperado para suprir necessidades básicas da família, como alimentação, parece estar sendo usado para suprir outras necessidades, como consertar aquela pia, aumentar a varanda de casa, arrumar aquele telhado…

 

. Comércio eletrônico

Os comerciantes mateenses estão se adaptando cada vez mais ao comércio eletrônico. Com a pandemia do coronavírus, o comércio virtual tornou-se a principal fonte de renda no varejo. As vendas por delivery, seja do ramo alimentício ou qualquer outro segmento, estão aumentando exponencialmente. Hoje é possível fazer compra de supermercado, escolher uma roupa nova, um perfume, e até comprar veículo sem sair de casa. Com isso, aumenta também a demanda por profissionais capacitados para lidar com logística e e-commerce.

Leia também:   São Mateus perde mais duas vidas para a covid-19, conforme dados da Sesa

 

. Tendência

Mesmo depois que a pandemia passar, a tendência é que as pessoas continuem consumindo cada vez mais no modo online. Pesquisas comprovam esse comportamento. O e-commerce encerrou o primeiro semestre de 2020 com alta de 145% nas vendas, de acordo com estudo realizado pela plataforma Nuvemshop. Um levantamento do Instituto Locomotiva também ressaltou que 10% das pessoas entrevistadas não compravam pela internet e passaram a comprar durante a quarentena; 45% já compravam e passaram a comprar ainda mais nesse período; e apenas 10% dos participantes não fazem compras online.

 

. Na contramão

Aumentam as vendas por delivery e o perigo nas ruas também. Com a proliferação do número de motoboys, principalmente no centro, cresceu muito o desrespeito às leis de trânsito. O desrespeito às leis de trânsito é tão grande que fica confuso distinguir o que é mão ou contramão devido à tamanha falta de sensibilidade, e até de amor à vida, de alguns motociclistas, e até motoristas. Se aproveitando do fato de que a cidade esteja vazia à noite, alguns entregadores fazem a festa, pilotando na contramão, em cima de calçadas, e o que é pior, em altíssimas velocidades. A pandemia vai passar, mas sequelas de um acidente de trânsito não passam. Se cuide, rapaziada!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here