Na posse do novo presidente da CBF, Rogério Caboclo, foram apresentados os novos primeiro e terceiro uniformes da Seleção Brasileira para a disputa da Copa América. O lançamento contou com a presença do craque Vinicius Júnior, que subiu ao palco vestido com a camisa branca, uma homenagem aos 100 anos da primeira conquista da Copa América.

Caboclo anunciou também que a Seleção vestirá o terceiro uniforme na estreia da Copa América, dia 14 de junho, contra a Bolívia, no Morumbi, em São Paulo (SP). De acordo com o presidente da CBF, será uma ocasião especial, em que serão celebrados os campeões de 1919, que conquistaram o primeiro grande título do País que se transformaria no mais vitorioso da história do futebol.

“Temos orgulho de toda a nossa trajetória. A Seleção Brasileira é a maior de todos os tempos, com maior número de taças, vitórias e gols marcados na Copa do Mundo. Nossa camisa tornou-se símbolo de alegria, talento e liberdade e o time de 1919 faz parte dessa linda história” – destacou Rogério.

Leia também:   Conmebol colocará à venda novo lote de ingressos para a Copa América

“Há 100 anos o Brasil recebia a Copa América e mostrava em casa o que o mundo todo aprendeu a respeitar: a nossa camisa. Se hoje enaltecemos o verde e amarelo, temos que enaltecer também aquele que abriu o caminho para a consagração da nossa Seleção” – afirmou o diretor de Marketing da CBF, Gilberto Ratto.

A camisa amarela também mudou. Faz referência à Seleção de 89, época em que o Brasil sediou o torneio pela quarta vez e manteve o status de ser campeão todas as vezes que disputou a competição em território nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here