SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O Goiás viajou até o Sul para enfrentar a Chapecoense na Arena Condá (SC), em jogo válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2019. Enquanto o Verdão do Oeste lutou para tentar melhorar seus números, o Esmeraldino tentou manter a boa sequência de seis vitórias em oito jogos para se aproximar da parte de cima da tabela do Brasileirão.

O resultado não influenciou na tabela. Apesar de conquistar mais um ponto, a Chape continua na vice-lanterna, na frente apenas do Avaí. Essa foi a quarta vitória do time catarinense. O empate manteve o Goiás em décimo lugar, com 38 pontos, ficando à frente do Vasco, que tem 37.

A 28ª rodada terá duelo da Chape contra o Fluminense, que também está lutando contra o Z-4 e o Goiás enfrentará o Athletico Paranaense, já garantido na Libertadores. Os confrontos acontecerão respectivamente sábado (26) no Maracanã (RJ), às 19h30 e domingo (27) na Arena da Baixada (PR), às 16h.

Com chuva na Arena Condá, o Goiás começou o jogo fazendo pressão e chegou a balançar a rede com Rafinha, mas não valeu. O juiz havia apitado falta de Fábio Santos antes do chute. Depois de ver o rival dominar o jogo, a Chape começou a arriscar com Roberto e Everaldo, que abriu o placar aos 22 minutos.

Leia também:   Santos enfrenta o Goiás com chance de cravar ida à Libertadores

Na sequência, Henrique Almeida entrou na área e foi derrubado por Geovane. Sem acionar o VAR, o juiz deu o pênalti, cobrado e marcado pelo próprio Henrique. O Verdão do Oeste se animou com a vantagem de dois gols em menos de 20 minutos e passou a pressionar o Goiás, ao criar cada vez mais chances perigosas.

Não demorou para o Goiás reagir e arriscar jogadas com Kaio e Jefferson, mas sem sucesso no primeiro tempo. A segunda etapa já começou quente para os goianos, com gol de Rafinha logo aos três minutos. A partida seguiu equilibrada, com chances de gol e faltas cometidas dos dois lados. Com o vai e vem de bola, Rafael Vaz achou uma brecha e marcou um golaço para deixar tudo igual. O jogo terminou empatado em 2 a 2.

CHAPECOENSE
João Ricardo; Eduardo, Rafael Pereira, Douglas e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Amaral e Camilo (Vini Locatelli); Roberto, Everaldo e Henrique Almeida (Régis). Técnico: Marquinhos

GOIÁS
Tadeu; Jefferson (Marcelo Hermes), Rafael Vaz, Fábio Sanches e Yago Rocha; Geovane (Vinicius), Leo Sena e Yago Felipe; Rafinha, Kaio (Breno) e Papagaio. Técnico: Ney Franco

Leia também:   Grêmio vira alvo e tenta defender G-4 contra a Chapecoense

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 2 x 2 GOIÁS
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Cartões Amarelos: Rafael Pereira, Douglas (Chapecoense); Jefferson, Kevin, Vinícius, Rafinha (Goiás)
Gols: Everaldo, aos 22 do primeiro tempo e Henrique Almeida, aos 29 do primeiro tempo (Chapecoense); Rafinha, aos 3 do segundo tempo e Rafael Vaz, aos 38 do segundo tempo (Goiás)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here