Previsto para começar no dia 11 de março, o ano letivo do Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes) traz duas novidades acadêmicas para 2024. Pela primeira vez, o Ceunes estará oferecendo um curso no nível de doutorado, que será focado em Energia. Também como novidade para o ano letivo, a instituição vai oferecer seu quinto curso no nível de mestrado, intitulado Mestrado Profissional em Saúde Coletiva.

Além de ser o primeiro curso no Ceunes nesse nível, o Doutorado em Energia é o único doutorado acadêmico na área interdisciplinar do Espírito Santo. Com 12 vagas para o primeiro semestre de 2024, o processo seletivo está em fase final, quando os candidatos são convocados para cadastro, conforme detalhou a chefe da Secretaria Unificada de Pós-Graduação do Ceunes, Kleisyane de Paula.

Ela ressalta ainda que os cursos de mestrado em Agricultura Tropical e em Ensino na Educação Básica estão com processos para a criação de Doutorado em andamento. Ela está confiante de que esses cursos passem a ser oferecidos no nível de Doutorado futuramente.

Segundo Kleisyane, o curso novo de Mestrado Profissional em Saúde Coletiva está com o processo de finalização em andamento. Ela prevê que o edital de lançamento do novo curso deve ser publicado ainda em 2024.

Leia também:   Estudantes aprendem xadrez em São Mateus
Chefe da Secretaria Unificada de Pós-Graduação do Ceunes, Kleisyane de Paula afirma que o Doutorado em Energia é o único na área interdisciplinar do Espírito Santo.
Foto: Divulgação

Kleisyane detalha que os cursos de mestrado com vagas para o primeiro semestre no Ceunes são: Programa de pós-graduação em Energia (14 vagas); Programa de pós-graduação em Agricultura Tropical (11 vagas); Programa de pós-graduação em Ensino na Educação Básica (30 vagas), e Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional (15 vagas).

“Todos os cursos estão com processo seletivo em andamento, na fase final, de convocação para cadastro/matrícula, exceto o Mestrado em Saúde Coletiva, cujo processo de finalização continua em andamento” – reforça Kleisyane.

 Ceunes investe em prédio  para as licenciaturas

Diretor-geral do Ceunes, o professor Luiz Fávero destaca as novidades acadêmicas, mesmo com o orçamento de 2024 ainda não definido. Ele afirma que o Ceunes tem uma obra em andamento, o prédio destinado às Licenciaturas. “Esta obra, de aproximadamente 400 metros quadrados, conta com apoio de emenda parlamentar do deputado federal Hélder Salomão, e será de muita importância para as atividades acadêmicas, principalmente as relacionadas aos cursos de Licenciatura” – frisa.

Leia também:   PDT confirma pré-candidatura de Follador e articula apoio de partidos

“Além disso, continuamos em processo contínuo de manutenção do Campus, efetuando uma série de melhorias que visam garantir melhores condições aos nossos estudantes e aos nossos servidores” – reforça.

Diretor do Ceunes, o professor Luiz Fávero afirma que os diálogos continuam com o Ministério da Educação pela implantação do curso de Medicina em São Mateus.
Foto: Arquivo/TC Digital

Em relação à implantação do curso de Medicina no Ceunes, Luiz Fávero esclarece que os diálogos continuam com o Ministério da Educação. Até o momento, porém, não foi formalizada a pactuação pela implantação do curso no campus São Mateus.

 

Coordenadora destaca importância do curso Mestrado Profissional em Saúde Coletiva

 A coordenadora do Mestrado Profissional em Saúde Coletiva, enfermeira e doutora em epidemiologia Susana Bubach, ressalta que o momento é de organização interna e de ajuste no edital para publicação. De acordo com ela, a aprovação do curso pela Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) saiu entre julho e agosto de 2023, enquanto o Ministério da Educação (Mec) liberou em dezembro.

Susana esclarece que o edital está sendo redigido e, assim que todos os trâmites forem agilizados, será publicado. A data de início do curso e a quantidade de vagas ainda não foram definidas.

Leia também:   Festival do Caranguejo apresenta palestras, shows e degustação neste fim de semana em Campo Grande
Susana Bubach é a coordenadora do curso Mestrado Profissional em Saúde Coletiva, uma das principais novidades do Ceunes neste ano.
Foto: Divulgação

Susana ressalta que o curso é o primeiro mestrado público em saúde no norte do Espírito Santo e enfatiza a importância de ofertar uma formação aos profissionais de saúde da região. “A área de saúde coletiva é muito requerida, porque a atenção básica, em que a saúde coletiva se insere em sua maior parte, atende em torno de 75% dos problemas de saúde da população. Ter um curso de mestrado profissional em saúde coletiva que vai trazer esse estudo, essa reflexão do profissional na área de saúde é muito importante” – afirma.

“O mestrado profissional difere do acadêmico porque ele tem que gerar produtos. Esses produtos podem ser uma técnica nova, um manual, uma norma operacional, um novo jeito de atender os pacientes, tem várias formas de aplicar. Produzir em um mestrado profissional, esse é o diferencial que estamos trazendo para a região. Não vai ser só produção acadêmica, ele é aplicado na experiência, na vivência, na atuação do profissional de saúde” – complementa a coordenadora.

Foto do destaque: TC /Digital

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here