SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Neste domingo (6), o Palmeiras não conseguiu vencer o em casa e viu a diferença para o líder Flamengo crescer de três para cinco pontos.

O 1 a 1 no Allianz Parque foi o segundo empate da equipe palmeirense com Mano Menzes, que segue invicto no comando da equipe.

Foto: Divulgação\Palmeiras.com.br

O Atlético-MG coroou seu bom primeiro tempo -Wewerton precisou defender dois grandes chutes de Otero e uma cabeçada de Di Santo- com um belo gol de Nathan, aos 48 minutos.
A equipe palmeirense teve dois gols anulados, um de Willian na primeira etapa, e outro de Deyverson, na segunda, ambos por impedimento.

O empate veio aos 37 da etapa final, em bela tabela entre Dudu e Gustavo Scarpa, que terminou com finalização firme do camisa 7.

Victor Hugo, nos minutos finais, ainda obrigou Cleiton a fazer grande defesa após cobrança de escanteio.

Desde que demitiu Luis Felipe Scolari, o Palmeiras não sabia o que era ter um resultado diferente do que o do Flamengo numa mesma rodada.

Leia também:   Seleção brasileira de vôlei perde da Itália na Liga das Nações com erro decisivo da arbitragem

Felipão foi demitido justamente após a derrota para o Fla, por 3 a 0, no começo de setembro. No jogo seguinte, já com Mano Menezes, o Palmeiras venceu o Goiás e os flamenguistas, o Avaí.

A diferença entre as equipes diminuiu de seis para três pontos quando os palmeirenses venceram o Fluminense em jogo atrasado da 16ª rodada, e permaneceu inalterada até este domingo.

No jogo que começou às 11h, o Flamengo levou a campo um time misto por conta dos desfalques de Arrascaeta, Filipe Luís e Gabriel (os dois primeiros machucados e o último, suspenso).

Mesmo assim, venceu a Chapecoense, em Chapecó, por 1 a 0, com gol de Bruno Hnerique, e subiu para 52 pontos.

Agora, o Palmeiras colocará a vice-liderança à prova do clássico contra o Santos, terceiro colocado e que está três pontos atrás. Uma vitória santista dá ao time de Jorge Sampaoli a segunda posição na tabela. O jogo está marcado para a próxima quarta-feira (9), às 21h30 (Brasília), na Vila Belmiro em Santos.

Enquanto isso, receberá o Atlético-MG no fechamento da rodada, na quinta-feira (10).

Leia também:   CBF anuncia que jogos do Brasileiro retornam no dia 1º de junho

PALMEIRAS
Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Raphael Veiga), Bruno Henrique e Lucas Lima (Deyverson); Willian, Dudu e Borja (Scarpa). Técnico: Sidnei Lobo

ATLÉTICO-MG
Cleiton; Guga, Maidana, Léo Silva, Igor Rabello e Fábio Santos; Nathan (José Welison), Elias, Otero e Luan (Maicon Bolt); Di Santo (Ricardo Oliveira). Técnico: Rodrigo Santana

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS x ATLÉTICO-MG
Árbitro: Rafael Traci (SC)
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro e Alex dos Santos (ambos de SC)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Público/Renda: 32.659 pessoas/R$ 2.052.902,35
Cartões amarelos: Gustavo Gómez, Dudu, Deyverson (Palmeiras); Luan, Di Santo e Cleiton (Atlético-MG)
Gols: Nathan (ATL), aos 47 minutos do primeiro tempo, e Dudu (PAL), aos 37 do segundo tempo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here