A Superintendência da Polícia Federal no Estado do Espírito Santo, em apoio à Superintendência da Polícia Federal no Acre, deflagrou na manhã desta quinta-feira (30), operação policial para cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão. Os alvos são suspeitos de integrarem organização criminosa que atuam no tráfico de drogas e armas, sendo um deles no Espírito Santo.

“A fase de hoje tinha como objetivo principal prender e colher provas contra advogados que atuavam na transmissão de ordens e recados oriundos de membros de facções criminosas que estavam presos em penitenciárias do Estado do Acre repassando para comparsas que estavam em liberdade”, detalha a PF.

Durante as investigações foi descoberto canal de comunicação direto entre lideranças de Facção Criminosa atuante no Acre e outros líderes sediados no Rio de Janeiro. “Foram realizadas diligências e prisões nos Estados do Acre e Espírito Santo, que contaram com a presença de representantes da OAB”, sustenta. No Espírito Santo, o alvo foi um advogado de Guarapari.

Leia também:   Polícia Federal no ES arrecada água mineral para impactados pelas enchentes no RS

“Os envolvidos responderão pelo crime de integrar organização criminosa, cuja pena varia de 3 a 8 anos, além delitos conexos”, acrescenta a Polícia Federal.

 

Foto: PF/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here