FORTALEZA, CE (FOLHAPRESS) – O Corpo de Bombeiros confirmou no início da tarde desta quinta-feira (17) a quinta morte causada pelo desabamento de um prédio residencial em Fortaleza, na terça (15). O corpo é de uma mulher, ainda não identificada.

As outras quatro vítimas são Frederick Santana dos Santos, 30, Izaura Marques Menezes, 81, Antônio Gildasio Holanda Silveira, 60, e uma mulher também não identificada que ainda não teve o corpo retirado dos escombros devido à dificuldade de acesso ao local onde se encontra.

Segundo o comandante dos bombeiros do Ceará, Eduardo Holanda, são agora cinco pessoas consideradas desaparecidas e que estão sendo procuradas pelas equipes de resgate, duas mulheres e três homens que foram reclamados por familiares.

O número de reclamados diminuiu depois de checagem de duplicidade de nomes, na tarde desta quarta (17). As buscas já duram 48 horas desde o desabamento.

Sete pessoas foram resgatadas com vida, todas no primeiro dia: Fernando Marques (20), neto de Izaura Marques, Antõnia Peixoto Coelho, 72, José Ycaro Coleho de Menezes, 35, sobrinho de Antônia, Cleide Maria da Cruz Carvalho, 60, cuidadora de idosos que trabalhava no prédio, David Sampaio, 20, Gilson Gomes, 53, que estava em um mercadinho ao lado atingido pelos destroços do prédio, e Francisco Rodrigues Alves, 59, porteiro e zelador do Edificio Andrea, que desabou.

Leia também:   Chuva causa desabamento em Domingos Martins

A Policia Civil do Ceará já abriu inquérito para apurar a queda do edifício, que passava por uma reforma que, segundo a prefeitura de Fortaleza, havia sido registrada somente um dia antes do incidente. Oito pessoas foram ouvidas até o momento, entre vizinhos e testemunhas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here