LUCAS BOMBANA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Em um jogo eletrizante pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras conseguiu uma virada histórica contra o líder Botafogo, venceu o rival carioca por 4 a 3 no estádio Nilton Santos e diminuiu a distância na busca pelo título.
O jogo teve dois tempos completamente distintos. O primeiro foi todo dominado pelo time carioca, que abriu 3 a 0 ainda nos 45 minutos iniciais e parecia que havia definido a partida. Na volta para o segundo tempo, contudo, os papéis se inverteram, o jovem atacante Endrick, de apenas 17 anos, brilhou e conduziu o Palmeiras à virada, em um dos grandes jogos do campeonato.

Com o resultado, o Botafogo estacionou nos 59 pontos, enquanto o Palmeiras chegou aos 56, reduzindo a distância para o líder para apenas três pontos. O Botafogo ainda tem um jogo a menos, referente a partida contra o Fortaleza na Arena Castelão agendado para 23 de novembro, após a suspensão do confronto com o Athletico-PR por falta de luz no Nilton Santos.

Contando com o apoio de aproximadamente 34 mil torcedores em casa, o time carioca não tomou conhecimento da formação do técnico Abel Ferreira nos 45 minutos iniciais. O primeiro gol veio aos 20 minutos, em chute do meia Eduardo da entrada da grande área após cruzamento de Victor Sá. Embora a batida não tenha sido tão forte, a bola desviou no zagueiro Murilo e tirou qualquer chance de defesa do goleiro.

Aos 29 minutos, Tchê Tchê ampliou com um golaço, ao acertar um chute potente de fora da área no ângulo esquerdo do arqueiro palmeirense. Weverton chegou a tocar na bola, mas não conseguiu impedir o segundo do Botafogo.

A primeira finalização do Palmeiras veio apenas aos 34 minutos, em falta batida por Raphael Veiga. Na jogada seguinte, em contra-ataque, o Glorioso ampliou. Júnior Santos conduziu contra-ataque até a entrada da área e tocou para Tiquinho Soares, que bateu cruzado para defesa de Weverton. No rebote, Júnior Santos fez o terceiro do Botafogo.
Na segunda etapa, o Palmeiras voltou bem melhor, com o garoto Endrick como principal destaque, enquanto o Botafogo não conseguiu repetir o bom desempenho do primeiro tempo. Logo aos 4 minutos, Endrick dominou a bola no meio de campo, avançou em velocidade em direção a área do Botafogo deixando quatro defensores para trás e bateu cruzado rasteiro para vencer o goleiro Lucas Perri e diminuir para o Palmeiras.

Aos 30 minutos da etapa final, o zagueiro Adryelson foi expulso pelo árbitro Bráulio da Silva Machado, após entrada dura no atacante Breno Lopes. O lance acabou se mostrando decisivo para o placar final. O Botafogo ainda teve um pênalti aos 37 minutos sofrido por Tiquinho Soares que poderia ter definido o placar, mas o atacante perdeu a oportunidade de ampliar, parando em boa defesa de Weverton.

Na sequência, o clube carioca acabou punido com o segundo gol de Endrick, aos 38, em chute rasteiro da entrada da área. Aos 44 minutos, veio o empate. O argentino Flaco López, que havia acabado de entrar no lugar do zagueiro Luan, recebeu passe do zagueiro Gustavo Gómez dentro da pequena área e, sem marcação, finalizou de cabeça.

O árbitro deu nove minutos de acréscimo e, aos 53 minutos da segunda etapa, o Palmeiras conseguiu a virada. O zagueiro Murilo recebeu dentro da pequena área após cobrança de falta de Raphael Veiga e, sem deixar a bola cair no chão, bateu de direita no canto direito do gol botafoguense. “O Botafogo tem tudo para ser campeão, mas o Palmeira nunca vai deixar de correr atrás”, afirmou Endrick após o apito final.

Na próxima rodada, o líder pega o Vasco na segunda-feira (6), em São Januário. Na zona do rebaixamento com 31 pontos na 18ª posição, o Vasco enfrenta o Cuiabá nesta quinta-feira (2) pela 32ª rodada, na Arena Pantanal.

Já o Palmeiras enfrenta o Athletico-PR, sétimo colocado, no sábado (4) na Arena Barueri. O Allianz Parque não poderá ser utilizado pela equipe por conta de um show no local relacionado ao GP de Fórmula 1 em São Paulo no mesmo fim de semana.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3 x 3 PALMEIRAS
BOTAFOGO
Lucas Perri, Di Plácido, Adryelson, Victor Cuesta e Marçal; Marlon Freitas, Tchê Tchê (Gabriel) e Eduardo (Danilo); Júnior Santos (Carlos Alberto), Victor Sá (Philipe Sampaio) e Tiquinho Soares. T.: Lúcio Flávio
PALMEIRAS
Weverton, Murilo, Luan (Flaco López) e Gustavo Gómez; Mayke, Zé Rafael, Richard Ríos (Rony), Raphael Veiga e Piquerez; Breno Lopes e Endrick. T.: Abel Ferreira
Estádio: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Juiz: Braulio da Silva Machado (Fifa-SC)
Assistente 1: Bruno Raphael Pires (Fifa-GO)
Assistente 2: Rafael da Silva Alves (Fifa-RS)
VAR: Rafael Traci (VAR Fifa-SC)
Cartões amarelos: Victor Cuesta,Tiquinho Soares, Tchê Tchê, Marçal, Marlon Freitas e Di Plácido (Botafogo) e Mayke, Gustavo Gómez, Artur e Rony (Palmeiras)
Cartão vermelho: Adryelson (Botafogo)
GOLS
Botafogo: Eduardo, Tchê Tchê e Júnior Santos, aos 20, 29 e 35 minutos do 1T;
Palmeiras: Endrick, aos 4 e 38 minutos do 2T; Flaco López, aos 44 minutos do 2T, e Murilo, aos 54min do 2T

 

Foto: César Greco/Palmeiras

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here