O Cepe é referência de clube esportivo e de lazer em São Mateus e região. Dispõe de uma série de escolinhas destinadas para sócios e não-sócios onde são oferecidas aulas de natação, futebol masculino e feminino, futsal, tênis, beach tênis, judô, vôlei, handebol, futevôlei, atividades de academia, treinamento físico funcional, pilates, treinamento GAP –mistura de exercícios cardiorrespiratórios e de fortalecimento. É do clube que já saíram e saem muitos atletas que se destacam em grandes clubes e campeonatos de níveis estadual e nacional.

De acordo com o professor Iran Dias, que está há 20 anos no Cepe, muitos atletas já saíram da escolinha de futebol para grandes clubes. Cita como exemplo os atletas Henzo e Pietro, que fazem parte da base do Atlético há dois anos, além de Roberty, que está no sub-13 do Bahia.

Também tem o Mateus, de 9 anos, que está no Cruzeiro, e Pedro Henrique que já faz parte do sub-20 do Benfica –de Portugal–, treinando em Belo Horizonte.

Da escolinha de futebol do Cepe, o atleta Kaendriky, de 10 anos, se apresentou no Fluminense nesta semana e tem expectativa de ser a nova joia do clube carioca.
Foto: Divulgação

“O mateense Messias, que já jogou no América-MG, Ceará, Santos, entre outros times, e agora está no Goiás, teve passagem pelas categorias de base do Cepe. Na segunda-feira (20), o Kaendriky se apresentou no Fluminense, aos 10 anos. Ele foi observado em uma competição que disputamos e nessa semana fica sendo observado lá no Rio de Janeiro. Temos oportunizado muitos momentos como esse para as nossas crianças. Costumamos trazer observadores para dentro do clube. Neste mês, por exemplo, estão vindo observadores do Bahia” – afirma.

Leia também:   Botafogo enfrenta o Fluminense de olho na liderança do Brasileiro

 

IRAN DIAS

 

Para o professor Iran Dias, acompanhar o talento dos atletas sendo reconhecido nacionalmente é gratificante. “É gratificante! Aprendi muito com eles no dia a dia. Ao conhecer, vamos entendendo a particularidade de cada um e que precisa ser respeitada. Não formamos só atletas, mas cidadãos, ao passarmos realmente o que é o futebol, o que precisa para ser um jogador, para os que sonham em ser atletas e, logicamente, respeito aos limites de cada atleta” – reforça.

O professor Iran Dias dá aulas de futebol na escolinha do Cepe há 20 anos.
Foto: Divulgação

Iran detalha que as aulas de futebol acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras pela manhã e à tarde. “Todos os professores da escolinha de futebol são ex-atletas profissionais, o que nos coloca à frente. A experiência facilita o treinamento. Temos uma grade de trabalho bem avançada na parte técnica, de fundamentos, no coletivo, na parte tática, que são os pilares do futebol. Sem isso, o atleta não evolui. Eles levam esses ensinamentos para as competições que participam. Geralmente são observados por olheiros e, assim, vão sendo criadas as oportunidades” – frisa.

Leia também:   Intercâmbio entre escolas no Dia Mundial do Meio Ambiente proporciona conscientização e plantio de mudas

 

Natação do Cepe conta com dez campeões estaduais

 

As aulas de natação do Cepe são ministradas pelo instrutor João Vitor Siquara há 10 anos e acontecem de terça a sexta-feira. Atualmente, a turma conta com 14 atletas com idades variadas, entre 8 e 18 anos. Ela ressalta que cada turma, mista e de acordo com a idade, têm treinos mais intensos ou brandos.

Atleta do Cepe, Heitor Drummond disputa competição nacional de natação.
Foto: Divulgação

De acordo com ele, dez alunos são campeões estaduais nas respectivas categorias, e os demais são iniciantes. “O Heitor Drummond está disputando o brasileiro e alguns outros se destacam no estadual, como o prodígio Rafael Assad, que é a nossa nova promessa. Esta semana, um ex-aluno do Cepe, atleta de ponta, Arthur Vidoto, vai treinar com a gente trazendo a experiência dele para as nossas aulas” – afirma.

“No feminino, temos uma atleta de ponta que é a Maria Vitória. Ela está entre as melhores do Estado e foi convocada para disputar uma competição em Minas Gerais. Ela está bombando, com apenas 12 anos” – enfatiza.

Leia também:   Sebrae-ES concede troféu Prata a São Mateus no Programa Cidade Empreendedora
João Vitor Siquara treina 14 atletas de natação no Cepe.
Foto: Divulgação

“A gente espera muito que esses alunos sejam profissionais na natação, mas ainda mais que sejam boas pessoas. A formação não se dá apenas em casa e na sala de aula, mas também através do esporte. Além do trabalho com a natação, a gente faz a consciência ética, reforça a disciplina com todos esses alunos” – complementa.

Foto do destaque: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here