RIO DE JANEIRO,RJ (UOL-FOLHAPRESS) – O avião que levava os quatro jogadores do Flamengo ao Equador, para o duelo contra o Barcelona de Guayaquil, pela Libertadores, teve de retornar ao Brasil após um problema no plano de voo. A aeronave não pôde entrar no espaço aéreo do Peru e pousou em Manaus, onde os jovens aguardam os novos passos do trâmite para a realização da viagem.

A equipe do técnico Domènec Torrent entra em campo na noite desta terça-feira (22), às 19h15, pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores. O lateral-direito João Lucas, o zagueiro Natan e os atacantes Guilherme Bala e Rodrigo Muniz foram convocados para o jogo após um surto de contágio de Covid-19 no elenco.

A informação sobre o contratempo no voo foi publicada, primeiramente, pelo “Paparazzo Rubro-Negro” e confirmada pelo UOL Esporte.

Após o problema envolvendo a delegação, o Flamengo apresentou um planejamento para a chegada de nomes que estavam no Rio de Janeiro para que pudessem estar à disposição de Domènec. O documento havia sido aprovado. Agora, a diretoria trabalha para que haja a liberação para sobrevoar o Peru e espera até às 9h horário local, 11h de Brasília.

Leia também:   Senadores querem regras para a imunização contra Covid-19 mesmo sem vacina pronta

Além dos sete jogadores infectados com o novo coronavírus – Isla, Matheuzinho, Filipe Luís, Diego, Bruno Henrique, Vitinho e Michael -, Gabigol, com um incômodo na coxa, também deve ser desfalque. Diego Alves, que se recupera da Covid-19, e o atacante Pedro Rocha, com uma lesão na coxa esquerda, nem sequer acompanharam a o grupo.

O Flamengo busca se recuperar após a goleada de 5 a 0 sofrida para o Independiente del Valle, também do Equador, na última quinta-feira. Com seis pontos, o time da Gávea ocupa a segunda colocação do Grupo A, atrás justamente do Del Valle, que tem nove.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here