Pelo quarto ano consecutivo a Comunidade Quilombola Divino Espírito Santo, localizada a 10 quilômetros da cidade de São Mateus no sentido a Linhares, realiza a Virada Quilombola com shows musicais, cavalgada, sorteio de prêmios, grupos de reis de boi, de jongo, celebrações religiosas e preparação para a Marcha das Margaridas de 2019. A programação, que começa nesta sexta-feira (17) e vai até domingo (19), foi apresentada à Rede TC na tarde desta quarta-feira (15) por Kátia Santos Penha e Selma Dealdina. Elas destacaram que todo mateense está convidado a participar da festa.

“Seria muito cômodo trazer essa festa para a Cidade. Mas o que propomos é exatamente o contrário: levar as pessoas para dentro do quilombo, para conhecerem a cultura, o modo de vida, as produções culinárias, a agricultura. Queremos mostrar que a gente faz parte da história de São Mateus” – frisou Selma Dealdina, secretária executiva da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq).

Coordenadora estadual da Conaq, Kátia Penha afirma que a festa é para servir de encontro para dança, reza, apresentar a culinária e a cultura quilombola. “Tudo que a comunidade produz e o carro-chefe é a farinha, o beiju, que já foi um reduto exportador no passado. O beiju de São Mateus é famoso, é patrimônio cultural, econômico, gastronômico e social do Município” – destacou.

De acordo com as ativistas culturais, a festa é realizada desde 2016 e o objetivo é fazê-la crescer a cada ano. Selma afirma que a festa recebeu grupos de pomeranos, italianos, holandeses e até indígenas. “Não é uma festa segregada, é para todos os grupos. Estamos preparando o melhor para receber as pessoas com alegria”. Kátia lembra que o acesso à Comunidade Divino Espírito Santo é no km-78 da BR-101, sentido sul, Linhares, onde havia o Posto Caminhoneiro.

 

 

PROGRAMAÇÃO

SEXTA (17)

Na sexta-feira a festa começa com três shows a partir das 20 horas, com DJ Leo Pinheiro, Paulo Zueira e Edson Show.

SÁBADO (18)

Já no sábado, a extensa programação começa às 8 horas, com a abertura oficial, com uma plenária nacional das mulheres quilombolas em preparação da Marcha das Margaridas de 2019. Às 14h acontece a abertura do Circuito Cultural com grupos de capoeira de Cariacica e de Pinheiros, além dos grupos de capoeira Quilombos, Toninho Laudêncio e 13 de Setembro. Em seguida tem apresentação do Jongo de Santa Bárbara, Quilombo de Linharinho, Reis de Bois de Mestre Nilo e Jongo de São Bartolomeu, de Conceição da Barra, e Grupo de Reis de Bois da Comunidade São Domingos de Itauninhas. O Circuito Cultural recebe ainda apresentação de danças dos alunos da escola da Comunidade Divino Espírito Santo e desfile infantil temático da Virada Memória e Identidade.

Ainda no sábado, à noite, shows com Conexão DVN, DJ Leo Pinheiro, Banda Black Out, Os Xerifes e Didiu & Cia.

DOMINGO (19)

No domingo, às 10h, acontecem celebrações dos grupos Afro São Benedito e Comunidade Divino Espírito Santo. Também às 10h haverá a saída da cavalgada do Sítio Antônio Bis. Às 12h30, apresentação de Rogerinho Show seguida de sorteio de R$ 10 mil em prêmios. À noite, mais shows com Didiu & Cia, Love Beat e encerramento da 4ª Virada Cultural Quilombola.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here