SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Apoiado por quase 22 mil torcedores em grande festa em São Januário, o Vasco venceu o Operário por 3 a 0, na noite desta sexta-feira (24), em duelo válido pela 14º rodada da Série B do Brasileiro. Quintero, Nenê e Palacios foram os autores dos gols da vitória vascaína, todos marcados na reta final da partida. O jogo foi marcado por ações contra a homofobia promovidas pelo Vasco e seus torcedores.

Com o resultado, o Vasco se mantém na segunda colocação e encosta no líder Cruzeiro. O time cruz-maltino chegou aos 30 pontos, um a menos que os mineiros, que só fará o seu jogo pela rodada em 5 de julho, já que a partida contra o Ituano foi adiada. O Operário está na 11ª colocação, com 16 pontos, mas também pode cair posições até o término da rodada.

Se nas arquibancadas a torcida do Vasco transformou o ambiente de São Januário em um caldeirão, em campo o que se mostrou no primeiro tempo foi um jogo morno, truncado e com poucas chances de gol. O Operário encaixou a marcação e conseguiu ser ligeiramente superior aos donos da casa, com as oportunidades mais claras. No geral, porém, o equilíbrio tomou conta da etapa inicial, e o zero não saiu do placar.

Leia também:   Associação aposta em jovens talentos para disputar a Série B

O segundo tempo voltou mais movimentado, e o Operário quase abriu o placar: Giovanni Pavani finalizou de primeira e parou no travessão na chance mais perigosa da partida até então. O Vasco cresceu e se lançou ao ataque na reta final, conseguiu abrir o placar com Quintero, de cabeça, aos 34 minutos, ampliou com Nenê, de pênalti (marcado após checagem no VAR), aos 44, e fechou a conta com Palacios, em bela cobrança de falta, aos 50. 3 a 0 para o Vasco.

Na próxima rodada da Série B, o Vasco visita o Novorizontino, quarta (29), às 21h30. O Operário, por sua vez, volta a campo na segunda (27), às 20h, quando recebe a Chapecoense.

Depois de torcidas organizadas do Vasco assinarem um Código de Conduta contra a homofobia e transfobia, São Januário foi tomado por ações em homenagem ao Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, comemorado na terça (28). Foram várias as manifestações de apoio à causa.

 

VASCO

Thiago Rodrigues; Weverton, Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Yuri Lara (Juninho), Andrey Santos e Nenê (Matheus Barbosa); Gabriel Pec (Raniel), Figueiredo e Getúlio (Palacios).

Leia também:   Jaguaré goleia Associação na estreia da Série B do Campeonato Capixaba

T.: Maurício Souza

 

OPERÁRIO

Simão; Thales (Ronald), Reniê e William Machado (Júnior Brandão); Arnaldo, Ricardinho, Tomas Bastos (Reina) e Fabiano; Giovanni Pavani (Giovani albuquerque), Paulo Sérgio e Silvinho (Felipe Saraiva).

T.: Claudinei Oliveira

 

Horário: 24 de junho (sexta-feira), às 19h (de Brasília)

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)

VAR: Vinicius Furlan (SP)

Cartões amarelos: Yuri Lara (VAS); Thales, William Machado (OPE)

Gols: Quintero (VAS), aos 34’/2ºT (1-0), Nenê (VAS), aos 44’/2ºT (2-0) e Palacios (VAS), aos 50’/2ºT

Foto: Daniel Ramalho-Vasco/Divulgacão
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here