Esclarecendo dúvidas de leitores da Rede TC de Comunicações, o secretário municipal de Saúde, Henrique Follador, detalha os protocolos adotados para testagem de casos suspeitos de covid-19 em São Mateus. Ele relata que o Governo do Estado não utiliza mais os testes rápidos, passando a adotar exclusivamente o RT-PCR (reação da transcriptase reversa, seguida de reação em cadeia da polimerase)

Para realizar o exame, um instrumento chamado Swab, uma haste flexível de algodão, é introduzido na região nasal do paciente para a coleta de secreção.

Follador avalia que esse teste possibilita uma maior garantia de eficiência e segurança, sendo que a Secretaria Estadual da Saúde recomenda que a coleta seja feita de quatro a sete dias após identificados os primeiros sintomas.

Henrique Follador detalha que o Governo do Estado atualmente disponibiliza apenas um tipo de teste, o RT-PCR.

O secretário ressalta ainda que o paciente deve procurar uma unidade de saúde do Município assim que aparecerem os primeiros sintomas, que são: febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, perda de paladar e olfato, diarreia e vômito.

Entretanto, afirma que o teste é feito de acordo com a avaliação do médico. “Tem que estar entre o quarto e sétimo dia de sintoma, ter mais de um sintoma e ser descartada a gripe”, detalha. “O médico que vai definir isso. Ele vai avaliar todos os componentes, o estado fisiológico geral de saúde do paciente. Os sintomas gripais são muito parecidos com os da covid-19, mas tem diferenças específicas” – acrescenta.

Leia também:   Ipem verificará taxímetros em São Mateus em março

Follador reitera a pessoa deve procurar o atendimento com antecedência, logo que surgir algum sintoma, porque, mesmo sem ainda poder realizar teste, o médico poderá receitar medicação de acordo com a análise no paciente.

Ele frisa que, caso o paciente preencha os critérios dos protocolos, não haverá resistência por parte das unidades de saúde para o teste. Porém, se eventualmente ocorrer negativa de algum servidor em atendê-lo, o secretário orienta que a pessoa deverá procurar o enfermeiro que coordena a unidade e relatar o acontecido.

UNIDADES DE SAÚDE

Enfatizando a necessidade de a pessoa procurar atendimento médico desde o primeiro sintoma, o secretário Henrique Follador detalha que os locais indicados são as unidades básicas de saúde do Município.

Ele afirma que cinco unidades estão funcionando em horário estendido, de 7h até as 22h. São elas: Litorâneo, Santo Antônio, Vila Nova, Guriri norte e Nestor Gomes. A policlínica municipal US-3 está com atendimento 24 horas. As demais unidades municipais de saúde ficam abertas de 7h até as 16h.

 

Leia também:   Gasolina com desconto de R$ 2 por litro na terça em São Mateus

COMO FUNCIONA O RT-PCR

Belo Horizonte (MG) – Conforme explicação extraída do portal da Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais, o teste que possui maior exatidão, sendo considerado padrão-ouro, é o RT- PCR (reação da transcriptase reversa, seguida de reação em cadeia da polimerase). Esses nomes complicados são processos que garantem a capacidade de identificar a presença do vírus.

O RT-PCR é realizado a partir de amostras coletadas no trato respiratório inferior ou superior. A coleta das secreções geralmente é feita por meio do swab (um cotonete longo e estéril), que é aplicado na região nasal e faríngea (a região da garganta logo atrás do nariz e da boca). Ela também pode ser feita com a lavagem broncoalveolar, que é realizada lá dentro do pulmão em casos específicos.

A coleta pode ser feita a partir do quarto dia após o início dos sintomas até o décimo dia, já que nos primeiros dias de contaminação há maior presença do vírus. É importante que os resultados sejam coletados e avaliados por um profissional de saúde. Também pode haver necessidade de repetição do teste.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here