A Secretaria da Educação (Sedu), por meio da Gerência de Avaliação (GEA), deu início, nessa segunda-feira (06), à aplicação das provas do Programa de Avaliação da Educação Básica do Espírito Santo (Paebes/Paebes Alfa), que vai até 1º de dezembro de 2023. O público-alvo são os estudantes do 2º, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e da 3ª e 4ª séries do Ensino Médio da Rede Pública Estadual e Municipal. Também incluem o Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo (Mepes) e amostral nas escolas privadas adesas.

O secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, ressaltou que a participação de todos é essencial. “Os resultados do Paebes/Paebes Alfa permitirão à Rede Estadual e também aos municípios fazerem um diagnóstico preciso da aprendizagem dos nossos estudantes, além do planejamento das ações para o ano de 2024, com base em evidências. Esses resultados também compõem a base para cálculo da Bonificação por Desempenho para os profissionais da Sedu e do Índice de Qualidade Educacional, que tem impacto no cálculo do repasse pelo Estado aos municípios”, disse o secretário.

Leia também:   Governador do Espírito Santo discute novas linhas de financiamento com BNDES

O Programa tem como objetivo avaliar o nível de apropriação e consolidação das habilidades desenvolvidas pelos estudantes em diferentes componentes ao final das etapas dos ensinos Fundamental e Médio, subsidiando a implementação, a reformulação e o monitoramento de políticas educacionais, além de contribuir ativamente para a melhoria da qualidade da educação no Estado e a promoção da equidade.

Os testes são impressos e avaliam os componentes curriculares de Língua Portuguesa e Matemática em todos os anos nos anos/séries participantes, enquanto os componentes das áreas de Ciências da Natureza são avaliados no 9º ano do Ensino Fundamental e na 3ª série do Ensino Médio.

São esperadas cerca de 8 mil aplicações em todo o Estado com, aproximadamente, 169 mil estudantes avaliados.

A avaliação é organizada pelo Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd), da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em parceria com a Sedu.

Foto do destaque: GovernoES/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here