O secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, Roberto Sá, lamentou os boatos de nova paralisação das forças de segurança do Estado que circularam nesta semana em redes sociais. De acordo com o secretário o setor de inteligência da Sesp está investigando a origem das mensagens anônimas. Segundo ele, “esse anonimato não ajuda em nada e deixa as pessoas apreensivas”. Roberto Sá destacou ainda que os instrumentos tecnológicos permitem essas manifestações anônimas, “mas as associações de classe sabem que têm um diálogo aberto, permanente com o Governo do Estado”.

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (7) na sede da Chefatura de Polícia Civil, em Vitória, Roberto Sá elogiou a atuação das polícias Militar e Civil e do Corpo de Bombeiros, classificando como “um belíssimo trabalho”. Ele lembrou que o Estado está no décimo mês de redução história do número de homicídios, além da diminuição e controle da criminalidade contra o patrimônio.

“Isso tudo está sendo monitorado e reconhecido. É notório e de conhecimento nosso que a categoria da segurança pública precisa ser tratada com uma distinção em razão da defasagem salarial que a gente já diagnosticou. E o governador Renato Casagrande tem se empenhado e já os recebeu num diálogo permanente para a gente analisar as propostas ouvir as suas opiniões e fazer estudos de possibilidades de reajuste” – destacou o secretário.

Leia também:   Polícia Federal deflagra operação contra tráfico de drogas que utiliza serviço postal

Ele frisou ainda que o governador Renato Casagrande cumpriu o aumento linear que havia prometido. “É o que foi possível para este ano”. Lembrou também que foi anunciado o aumento de vagas em concursos e que o governador “vai, ao longo do mandato, colocar os salários dos policiais, civis, militares e bombeiros, numa média nacional”.

“Há esse esforço e há essa dificuldade de avançar nesse momento no reconhecimento específico das forças de segurança, mas já há um compromisso, que eu tenho certeza, que vai ser cumprido. Eu diria para a sociedade que a polícia está trabalhando como nunca. São policiais bravos, heroicos, que têm o nosso respeito e receberão esse tratamento que eles merecem ao longo desse governo. A vida segue normal, a polícia tem trabalhado. Vamos reconhecê-los” – complementou.

São Mateus-ES

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here