SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Após dois empates no Brasileiro, o São Paulo voltou a vencer neste sábado (28) com um 3 a 1 sobre um desfalcado Bahia, na Fonte Nova. Com o resultado, a equipe paulista assumiu a vice-liderança do Brasileiro, um ponto atrás do líder Atlético-MG.

São Paulo x Bahia. Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia.

O time da casa não pôde contar com o seu técnico Mano Menezes, com Covid-19, no banco de reservas e foi comandado pelo auxiliar Cláudio Prates. Além dele, o volante Ronaldo e os laterais Zeca e Juninho Capixaba receberam resultados positivos para o novo coronavírus neste sábado e não puderam entrar em campo na Fonte Nova, assim como o goleiro Mateu Claus, que já estava infectado.

Além deles, o time estava desfalcado do atacante Gilberto dos zagueiros Lucas Fonseca e Anderson Martins, todos suspensos. O atacante Gabriel Novaes, emprestado pelo São Paulo, também não pôde jogar por motivos contratuais.

O São Paulo, por sua vez, teve o retorno do atacante Brenner, que estava suspenso no empate em 1 a 1 com o Ceará da última quarta-feira (25) -no domingo anterior o time já havia empatado em 1 a 1 com o Vasco.

Leia também:   A tabela do Campeonato Brasileiro de 2020

Mesmo jogando fora de casa, o São Paulo atacou mais durante o primeiro tempo, mas era pouco efetivo na criação de jogadas de perigo e ainda deixava espaço para a equipe da casa contra-atacar.

A situação mudou na segunda etapa, principalmente após os 7 minutos, quando Reinaldo cobrou lateral forte na direção da área do Bahia, a zaga afastou mal e Luciano aproveitou para chutar de bicicleta, surpreendendo o goleiro, e abrir o placar.

Com a vantagem, o Bahia precisou sair mais para o jogo e o São Paulo começou a aproveitar mais os espaços dados pelo adversário.

O segundo gol saiu aos 21 minutos, quando Reinaldo cobrou falta da esquerda e colocou na cabeça de Arboleda, que tocou para o fundo do gol. O lateral participou também do terceiro gol, cruzando rasteiro para Luciano marcar aos 28 minutos.

O Bahia ainda diminui aos 35 minutos, com gol de Clayson após cruzamento de Nino Paraíba, mas já era tarde para tentar uma reação.

BAHIA
Douglas; Edson, Ernando, Juninho, Matheus Bahia; Gregore, Elias (Nino Paraíba), Ramon (Élber); Rossi (Clayson), Alesson (Saldanha), Rodriguinho (Danielzinho). T.: Cláudio Prates

Leia também:   Inter vence o Goiás no Beira-Rio e fica a três pontos do São Paulo

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Juanfran (Tchê Tchê), Arboleda, Léo (Vitor Bueno), Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara (Hernanes), Igor Gomes (Rodrigo Nestor); Luciano (Pablo), Brenner. T.: Fernando Diniz

Estádio: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Juiz: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Cartão amarelo: Gabriel Sara e Daniel Alves (São Paulo)
Gols: Luciano, aos 7min e aos 28min, e Arboleda, aos 20min do segundo tempo (São Paulo); Clayson, aos 35min do segundo tempo (Bahia)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here