O Município de São Mateus já aplicou mais de 600 doses da vacina Coronavac para profissionais de saúde da linha de frente no enfrentamento ao novo coronavírus e idosos residentes no Lar dos Velhinhos.

Secretário municipal de Saúde, Henrique Follador destaca que o Município ainda receberia, possivelmente na tarde desta terça-feira (26), um lote com 1.870 doses da vacina Oxford/AstraZeneca. Ele destaca que o Município já tinha recebido até esta terça 1.844 doses de Coronavac, sendo 1.180 no primeiro lote no dia 19.

 

1ª DOSE

Henrique frisa que todas as doses recebidas serão aplicadas na primeira dose. Segundo ele, há garantia do Governo do Estado de que haverá vacinas para aplicar a segunda dose. Sendo assim, o Município conseguirá vacinar, nesta primeira etapa, 3.714 pessoas.

Além de já ter vacinado todos os idosos residentes no Lar dos Velhinhos, o secretário Henrique Follador afirma que a nova remessa de vacina que chega permite vacinar 100% das pessoas que trabalham diretamente no enfrentamento à covid-19 no Município, sendo 69% profissionais de saúde.

Leia também:   São Mateus confirma morte por covid-19 após quatro dias sem registro

Ele relata que estão sendo vacinados profissionais que atuam nos hospitais Roberto Silvares e Meridional. Nesta semana deve iniciar a imunização dos profissionais que atuam na linha de frente nas unidades básicas de saúde do Município.

 

PÚBLICO PRIORITÁRIO

O secretário Henrique Follador afirma que segue à risca a orientação de público prioritário determinada pelo Ministério da Saúde e pelo Governo do Estado.

Ele detalha que, neste primeiro momento, o grupo prioritário é composto por: vacinadores, residentes em instituições de longa permanência de idosos, povos indígenas, pessoas com deficiência em instituições de longa permanência, trabalhadores da Saúde (que realizam atendimento de covid-19, equipes de Samu e de remoção de pacientes com suspeita ou confirmação de covid-19, profissionais de unidades de pronto atendimento, de atenção básica, de centros de referências e hospitais de urgência e emergência).

As exceções são para profissionais que atuam em áreas administrativas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here