Das 271 pessoas que entraram com pedidos de registros de candidaturas para vereador em São Mateus, três apresentaram renúncia e seis tiveram as candidaturas indeferidas pela Justiça Eleitoral, mas podem ainda recorrer da sentença.

De acordo com os dados do sistema eletrônico de divulgação de candidaturas e contas eleitorais do Tribunal Superior Eleitoral, os motivos dos indeferimentos até o momento estão relacionados à inconsistência de documentação que deve ser apresentada pelo candidato. Por exemplo, houve candidato que não comprovou a escolaridade, enquanto outros deixaram de anexar documentos de identificação.

Há também o caso de uma candidata que o Ministério Público Eleitoral contesta a filiação partidária. Neste caso, o registro da candidata foi indeferido, mas ela apresentou imagens objetivando demonstrar que realizou a filiação, argumentando que o erro ocorreu por conta do sistema online de filiação. O nome dela não foi incluído na lista oficial do partido, segundo o MPES. A candidata apresenta também a cópia de uma ficha de filiação partidária.

Dentre os casos indeferidos por falta de comprovação de escolaridade, há um em que a Justiça Eleitoral reconheceu que o candidato apresentou a Carteira Nacional de Habilitação como prova, que é aceita pela Justiça Eleitoral nestes casos. Neste caso a situação foi revertida e a candidatura deferida.

Leia também:   Tiroteio, menores apreendidos e motos roubadas recuperadas

Até as 15h desta sexta-feira (16) o sistema eletrônico de divulgação de candidaturas e contas eleitorais do TSE apontava 180 pedidos de registros de candidaturas a vereador em São Mateus que ainda aguardavam análise da Justiça Eleitoral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here