Diretor interino do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), Antônio Carlos Luiz de Souza, o Tunico, disse nesta segunda-feira (4), que o Rio Cricaré estava, no local de captação de água da autarquia, com 639ppm de sal, maior quantidade desde um período de 10 dias, quando a salinização em níveis mais elevados começou a ser detectada.

À Reportagem, ele detalhou que o abastecimento de água nos bairros periféricos está sendo feito atualmente por 15 poços artesianos profundos, ligados 24 horas por dia. Contudo, frisa que o abastecimento de água nesses bairros está com 35% a 40% da normalidade. Para ele, esses índices são considerados satisfatórios.

Nos bairros da área central, como Ideal, Boa Vista e Centro, Tunico ressalta que estão sendo utilizados os poços localizados na Avenida Cricaré. Eles estão ligados em rede com a estação de tratamento. “Adicionamos a ela a água bruta coletada na região do Jambeiro através de caminhões-pipa. Está fazendo a gente a atender de 30% a 40% da demanda. Precisamos chegar a pelo menos 50%” – sustenta.

Leia também:   São Mateus tem vacinação contra covid-19 nesta quarta nos bairros Boa Vista, Aroeira e Colina

Tunico disse que para chegar aos 50% será necessário pelo menos mais dez caminhões-pipa e “quem sabe, mais dois poços artesianos profundos”, sustenta. Atualmente, o Saae trabalha com 18 caminhões-pipa, sendo que durante o dia, nove deles também atendem a comunidades rurais, escolas e demais bairros.

Conforme detalha o diretor interino, a água está chegando em menor quantidade nas residências em razão da despressurização da rede de abastecimento. Ele explica que, com isso, a água não consegue abastecer um prédio que tenha a caixa d´água muito alta. Por exemplo, uma casa no primeiro pavimento recebe água, enquanto a pressão não é suficiente para levar água do segundo pavimento em diante.

CAPTAÇÃO PARALISADA NA QUINTA

Tunico detalha ainda que o avanço da cunha salina começou a interferir no abastecimento há 10 dias, aumentando e diminuindo a quantidade de PPM detectada no ponto de captação do Saae no Rio Cricaré. Na quinta-feira (30) foi necessário parar totalmente a captação.

Entretanto, o diretor interino frisa que em nenhum momento a população recebeu água com sal acima do limite permitido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que é de 250ppm. Ele explica que a água que sai da estação chega no máximo a 87ppm para a população.

Leia também:   Polícia Federal flagra dois em Pinheiros com encomendas de dinheiro falso

 

Foto de destaque: Claudio Caterinque/TC Digital

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here