Em clima de revolta, familiares acompanham no Hospital Roberto Silvares o comerciante jaguarense Flávio Colato, vítima de tentativa de latrocínio, ocorrida na manhã desta segunda-feira (18), no Centro de Jaguaré. O pai dele estava no momento do crime e ficou em estado de choque, precisando ser medicado na Unidade Mista de Internação de Jaguaré.

A irmã Fernanda Colato, a namorada Mirlene Palombo e a sogra Maureni Palombo conversaram com a reportagem rapidamente no portão da entrada de emergência do Hospital Roberto Silvares. Mirlene ressaltou que Flávio estava consciente e não corria risco de perder a vida por conta do tiro. Ela detalhou que a bala disparada pelo assaltante se alojou entre a mandíbula e o pescoço do namorado. Uma avaliação médica definiria a possibilidade de cirurgia.

A irmã Fernanda relatou que no horário do crime ela tinha acabado de chegar em casa, que fica em cima do estabelecimento, o Comercial Colato. Ela salienta que o pai, que presenciou o assalto e o filho ser baleado, ficando em estado de choque, foi liberado após ser medicado na Unidade Mista de Internação de Jaguaré.

Leia também:   PM fica de campana e flaga comércio ilegal de drogas no Ribeirão

Os familiares estavam estarrecidos com o que aconteceu e em poucas palavras demonstraram a sensação de impotência em relação aos assaltos que estão ocorrendo em Jaguaré. “É revoltante. Ele trabalha de segunda-feira a segunda-feira” – disse a sogra de Flávio, Maureni.

LEIA TAMBÉM:Comerciante é baleado no rosto em assalto na manhã desta segunda em Jaguaré

LEIA TAMBÉM: Detido no assalto em Jaguaré diz que dinheiro era para quitar dívida de R$ 3 mil em boca de fumo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here