A rede municipal atende 81 estudantes com transtorno do espectro do autismo em turmas regulares da educação infantil até o último ano do ensino fundamental. Os números foram apresentados na 1ª Caminhada pela Conscientização do Autismo, realizada na manhã desta terça-feira (2) pela Escola Municipal Dr. Arnóbio Alves de Holanda, no Bairro Forno Velho (Cohab). A atividade teve a participação de alunos dos centros de educação infantil Sementinha e Pequeno Príncipe, da Apae e da Escola Valério Coser, da equipe de profissionais destas instituições, da Secretaria Municipal de Educação e da Secretaria Municipal de Assistência Social. Acadêmicos do 7º período de Psicologia da Faculdade Multivix também estiveram presentes, junto com a coordenadora Maria Cacciari.

A 1ª Caminhada pela Conscientização do Autismo, realizada pela Escola Municipal Dr. Arnóbio Alves de Holanda, marcou o Dia Mundial de Conscientização do Autismo em São Mateus. Foto: Ademilson Viana/TC Digital
Presente na caminhada, que marcou o Dia Mundial de Conscientização do Autismo em São Mateus, a coordenadora do setor de Educação Especial da rede municipal Sandra Adriana Scarpatti relatou que os autistas têm o ensino regular de sala de aula, além de atendimento educacional especializado que acontece em 21 salas de recursos multifuncionais no contraturno.

Leia também:   Bombeiros abordam 1.500 pessoas em 24 horas na barreira sanitária em Pedro Canário

Coordenadora do setor de Educação Especial, Sandra Scarpatti disse que a rede municipal de 21 salas de recursos multifuncionais. Foto: Ademilson Viana/TC Digital
Além dos docentes que atendem a todos os estudantes, os autistas contam com cuidadores e com o auxiliar de educação especial, que é um professor que faz a adaptação dos alunos que têm o transtorno. Sandra salienta que o objetivo não é apenas garantir o acesso do autista às matriculas em escolas regulares, mas que ele tenha o acesso ao currículo escolar, que aprenda dentro das particularidades dele.

A diretora Eliane Roncatto disse que a Escola Dr. Arnóbio Alves de Holanda tem oito alunos autistas. Foto: Ademilson Viana/TC Digital
Uma das 21 salas de recursos multifuncionais destinadas aos alunos especiais está na Escola Dr. Arnóbio Alves de Holanda. A diretora Eliane Roncatto sustenta que o objetivo da caminhada foi dar ênfase ao tema, uma vez que existe a inclusão de autistas na escola de ensino regular. Ela frisa que a Escola Dr. Arnóbio tem 28 alunos especiais, sendo que oito são autistas. A diretora percebe que o convívio deles com os demais estudantes é de companheirismo, respeito, atenção e carinho. Acadêmica de Psicologia, Adna Maria Farias Silva parabenizou a escola e destacou que foi muito bom participar.

A mãe Carla Pancieri percebe a melhora do filho com a inclusão na escola regular. Foto: Ademilson Viana/TC Digital
Mãe de aluno autista, de 12 anos, Carla Pancieri lembra que descobriu que o filho tinha o transtorno quando ele tinha um ano de idade e lutou muito em busca de direitos de inclusão. Desde que ele ingressou na Escola Arnóbio, há seis anos, Carla percebe uma mudança na relação com o ambiente externo, que antes era muito complicado. “A aceitação das pessoas tem melhorado muito, porque a questão da informação tem ajudado demais. As pessoas têm visto com menos preconceito. A intenção nossa é essa, a aceitação e menos preconceito” – sustenta. Ela também credita o desenvolvimento do filho ao tratamento, a medicação e a dedicação dela como mãe.

Leia também:   Corpo de Bombeiros de São Mateus registra redução de 25% em ocorrências de trânsito

A acadêmica

AUTISMO
O transtorno do espectro autista tem três características fundamentais: inabilidade para interagir socialmente; dificuldade no domínio da linguagem para comunicar-se ou lidar com jogos simbólicos e padrão de comportamento restritivo e repetitivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here