SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O RB Leipzig venceu o Atlético de Madrid com um gol no finalzinho do jogo e será o adversário do Paris Saint-Germain nas semifinais da Champions League. No duelo em partida única pelas quartas de final, nesta quinta-feira (13), em Lisboa, a equipe alemã venceu a espanhola por 2 a 1.

Adams, aos 43 minutos do segundo tempo, colocou na rede a bola que classificou o RB Leipzig no estádio José Alvalade. Na próxima terça-feira (18), novamente em Lisboa, mas no Estádio da Luz, o surpreendente time de Julian Nagelsman tentará frustrar Neymar e causar nova zebra.

Os demais semifinalistas da Champions League -que vem tendo suas etapas derradeiras todas disputadas em Portugal, sem público, devido à pandemia do novo coronavírus- serão definidos no final de semana. Eles sairão de Barcelona x Bayern e Manchester City x Lyon.

Nesta quinta, mesmo diante de um adversário que não lhe era superior tecnicamente, o Atlético de Madrid preferiu se manter fiel a seu estilo defensivo, deixando o adversário ter o controle da posse da bola. Houve um ou outro lance mais perigoso, mas nenhuma chance clara de gol nos 45 minutos iniciais.

Leia também:   PSG usa vídeo para tentar provar insulto racista a Neymar e espera punição

O comportamento do time espanhol acabou custando caro, no entanto. O RB Leipzig começou a etapa final no ataque e chegou ao gol aos cinco minutos, em jogada construída pela direita e completada em cabeceio de Olmo.

Só aí o técnico Diego Simeone resolveu colocar em campo o habilidoso atacante João Félix, que deu força ofensiva ao Atlético e sofreu o pênalti que deixou o placar empatado. Ele foi derrubado e converteu a cobrança, aos 26 minutos.

O confronto caminhava para a prorrogação quando, aos 43 minutos, o time alemão pegou o adversário desarrumado na defesa. Adams recebeu na entrada da área e não pegou bem na bola, mas contou com um desvio em Savic para iludir o goleiro Oblak.

Simeone, então, partiu para o desespero, colocando o zagueiro brasileiro Felipe no ataque, para brigar pelas bolas aéreas. Não funcionou, e a equipe que havia derrubada o poderoso Liverpool acabou caindo diante de um rival que está no mata-mata da Champions pela primeira vez em sua vida de 11 anos.

Estádio: José Alvalade, em Lisboa (POR)
Juiz: Szymon Marciniak
Cartões amarelos: Lukas Klostermann, Haidara e Kampl (RBL); Giménez e Renan Lodi (ATL)
Gols: Dani Olmo, aos 5min do 2º tempo (RBL) e Adams (RBL), aos 43min do 2º tempo; João Félix (ATL), aos 25min do 2º tempo

Leia também:   Benfica de Jorge Jesus perde do PAOK e dá adeus à Champions League

RB LEIPZIG
Gulacsi; Angelino, Upamecano, Halstenberg e Klostermann; Nkunku (Haidara), Laimer (Adams), Kampl e Sabitzer (Mukiele); Dani Olmo (Schick) e Poulsen. T.: Julian Nagelsmann

ATLÉTICO DE MADRI
Oblak; Lodi, Giménez, Savic e Trippier; Koke (Felipe), Saúl, Herrera (João Félix) e Carraso; Llorente e Diego Costa (Morata). T.: Diego Simeone

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here