Setembro é um mês marcado pela conscientização de doenças e ações importantes da Saúde, sendo uma delas a prevenção ao suicídio, na campanha ‘Setembro Amarelo’. E com os objetivos de mobilizar e informar a população sobre essa causa que acomete diversos brasileiros anualmente, a Secretaria da Saúde (Sesa) está promovendo ações em suas unidades durante todo o mês.

No Hospital Estadual de Urgência e Emergência ‘São Lucas’, a equipe disciplinar preparou um treinamento sobre manejo do paciente em sofrimento psíquico que está sendo aplicado desde essa segunda-feira (20) e destinado aos profissionais que atuam no local.

Nesta quarta-feira (22), será realizado no Centro de Atendimento Psiquiátrico Aristides Alexandre Campos (Capaac), em Cachoeiro de Itapemirim, um webinário para discutir a valorização da vida e promoção ao cuidado. A palestra será transmitida em uma plataforma on-line, e os interessados em participar devem preencher o formulário de inscrição no link: https://cutt.ly/4W0CTD7.

 

Arte: GovernoES/Divulgação

 

A equipe interdisciplinar da unidade também distribuirá mimos com mensagem motivacionais aos pacientes que receberem alta e seus familiares. Além disso, organizou grupos e atividades terapêuticas com os usuários. Ao público externo, serão entregues folhetos informativos a respeito do tema.

Já no Centro Regional de Especialidades (CRE) Metropolitano, será realizado, nesta sexta-feira (24), uma roda de conversa com o tema “Prevenção e Posvenção ao Suicídio: do Cuidado ao Cuidador”. O evento será destinado aos profissionais de saúde, residentes e estudantes da região e também poderá ser acompanhado de forma on-line.

Leia também:   Câmara analisa orçamento de R$ 348,5 milhões para 2022

Além disso, será proporcionado um café compartilhado entre os participantes que estiverem de forma presencial na unidade. Será permitida a presença de 50 pessoas, fora os organizadores. As inscrições devem ser realizadas de forma antecipada nos links disponibilizados ao final do texto.

Vale destacar que em todas as ações realizadas serão respeitadas as medidas de prevenção contra o novo Coronavírus (Covid-19) para garantir a segurança e proteção de todos envolvidos.

Ao final do texto, encontra-se a programação completa para o Setembro Amarelo.

Números

No ano de 2020, o Espírito Santo registrou 2.377 casos de lesões autoprovocadas. Em 2021, de janeiro a agosto, foram 1.752 notificações pela mesma causa.

De acordo com o Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), ocorreram 231 óbitos por suicídio no Estado em 2020. Isso representa uma taxa de 5,63 óbitos por 100 mil habitantes. Já de janeiro a agosto deste ano, foram 71 óbitos. A taxa de janeiro a julho é de 2,42 por 100 mil habitantes.

Com relação as autointoxicações, no Estado, dados do Centro de Informações e Assistência Toxicológica (CIATox), em 2020 foram registrados 3.250 casos. De janeiro a julho de 2021, foram registrados no sistema 2.011 casos.

Sinais de alerta

Comportamento de isolamento, falas constantes de preocupação com a própria morte, falta de esperança e expressão de ideias de suicídio (‘Vou desaparecer’, ‘Vou deixar vocês em paz’), são alguns indícios que precisam ser considerados.

Leia também:   Cuidado à Saúde: silenciosa e perigosa, a diabetes precisa ser levada a sério

É importante que os familiares e amigos estejam atentos às manifestações e se posicionem no sentido de ajudar o próximo, como conversar sobre o assunto e incentivar a procura de ajuda.

Para a referência técnica em Vigilância de Violências e Acidentes da Sesa, Edleusa Cupertino, abordar o tema de forma direta e clara, com privacidade, é importante para o acolhimento correto do cidadão que necessita de ajuda para suportar sentimentos muitas vezes angustiantes. Ela destaca ainda que o apoio da família é primordial nesse processo.

“Devemos sim falar sobre essa situação, mas é necessário abordar de forma correta para o apoio ser preciso e incentivar outras pessoas necessitadas a procurarem ajuda. Além disso, os familiares, amigos e vizinhos são redes essenciais nessa caminhada e também precisam de orientação e apoio para saber a condução mais assertiva em casa com o paciente”, destacou.

Onde procurar ajuda

No Espírito Santo, a Rede de Atenção Psicossocial, assim como os serviços de urgência e também equipe de referência na Atenção Primária à Saúde (APS), são responsáveis por realizar atendimentos às pessoas em sofrimento psíquico, bem como o acolhimento aos familiares.

O usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) deve procurar a APS mais próxima da sua residência, relatar o momento que está enfrentando e terá encaminhamento e ajuda dos profissionais de saúde.

Nas unidades também são desenvolvidas ações de prevenção e posvenção com equipes multiprofissionais. Vale ressaltar que esse auxílio é de competência do município.

Leia também:   Governo do ES nomeia 401 novos policiais civis

 

Confira os locais preparados para auxiliar esse grupo de cidadãos:

– Serviços de saúde, como: Centros de Atenção Psicossocial (CAPS); Unidade Básica de Saúde; Saúde da Família; e Postos e Centros de Saúde.

– Unidades de Emergência, como: SAMU 192; Unidade de Pronto Atendimento (UPA); Pronto-socorro; e hospitais.

  • Centro de Valorização da Vida (CVV). Contato: ligação gratuita no número 188 ou www.cvv.org.br

 

Programação do Setembro Amarelo

– Centro de Atendimento Psiquiátrico Aristides Alexandre Campos (Capaac)

Data: 22/09

Horário: 8h às 10h

Atividade: Webinário sobre valorização da vida e promoção ao cuidado.

Público-alvo: profissionais da saúde, estudantes, usuários e familiares

 

– Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Cachoeiro de Itapemirim

Data: 23/09

Horário: 9h às 14h

Atividade: roda de conversa sobre valorização da vida

Público-alvo: familiares e usuários

 

– Centro Regional de Especialidades (CRE) Metropolitano

Data: 24/09

Horário: 8h às 13h

Atividade: roda de conversa sobre a arte do cuidado

Público-alvo: profissionais de saúde, residentes e estudantes.

Link para participação presencial: https://forms.gle/xHa1Wzhw6MP7UufV6.

Link para participação online: https://forms.gle/pSo4feyHgRT5TbyM8.

 

– Centro Regional de Especialidades (CRE) São Mateus

Data: 24/09

Horário: 14h

Atividade: roda de conversa

Público-alvo: profissionais que atuam na unidade

 

 

Foto do destaque: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here