À caça do ladrão que ganhou o nome de Fantasma do Lençol, flagrado por câmeras de videomonitoramento cometendo furtos em lojas de São Mateus de madrugada, a Policia Militar reforçará o policiamento na área comercial do centro da Cidade. Comandante do 13º Batalhão, o tenente-coronel Giuliano Menegatti disse que reuniu oficiais da corporação na manhã desta quarta-feira (8) e definiu ações para combater, não apenas os furtos, mas também roubos e assaltos na área comercial da Cidade.

Imagens do videomonitoramento de uma loja mostra um criminoso que está sendo chamado de Fantasma do Lençol entrando no estabelecimento de madrugada. Foto: Reprodução

O comandante disse ainda que observou um vídeo feito em uma loja onde mostra um homem utilizando um lençol com disfarce para invadir e furtar o estabelecimento. Em virtude das características, o comandante relata que as próprias vítimas apelidaram o autor do crime como Fantasma do Lençol.

A comerciante cujo estabelecimento foi invadido pelo bandido enviou o vídeo do sistema de monitoramento da loja à Rede TC. Nas imagens, o ladrão entra no estabelecimento depois de 1h da madrugada de segunda-feira (6) e permanece no local pouco mais de um minuto (1m30seg). Ela relata que foi levado apenas o dinheiro do caixa. Há relatos de que outras lojas também foram alvo de criminosos, seja em furtos à noite ou roubos durante o dia, mediante ameaça com armas.

O tenente-coronel Menegatti afirma que teve conhecimento do problema e que inclusive participou de uma reunião no dia 2, na sede da Associação Empresarial do Litoral Norte (Assenor), onde também estavam representantes do Conselho Municipal de Segurança Pública de São Mateus e a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Rúbia Schueng.

Comandante do 13º Batalhão, o tenente-coronel Giuliano Menegatti disse que que o policiamento será reforçado na área comercial. Foto: Ademilson Viana/TC Digital

Diante da situação, a PM definiu algumas ações que visam intensificar a presença policial na área comercial do Centro. O tenente-coronel Menegatti relata que foi criado um grupo em um aplicativo de mensagens, no qual ele faz parte, para ajudar na troca de informações entre vítimas e forças policiais.

Leia também:   Esposa acusada de ferir marido com estilete e paulada na boca após descobrir traição

Ele pede também que os comerciantes acionem a Polícia Militar em caso de furtos e roubos, para que seja possível um planejamento melhor para o combate a esse tipo de crime.

Mais duas viaturas para patrulhamento no Centro

Dentre as ações definidas em reunião interna da Polícia Militar nesta quarta-feira (8), o tenente-coronel Giuliano Menegatti disse que o Centro de São Mateus ganhará o reforço de

Mais presença policial como forma de inibir os crimes. Foto: Ademilson Viana/TC Digital

policiamento na área comercial com mais duas viaturas. Frisou que uma Van da PM voltará a ficar estacionada na calçada defronte ao Bando do Brasil. Dois policiais militares que utilizam essa viatura percorrerão, a pé, as principais avenidas e ruas, além das praças Municipal, São Benedito e Mesquita Neto e a área no entorno do Mercado Municipal. Os militares têm ordem para procurar os comerciantes e interagir com eles, conforme detalhou o comandante.

Uma segunda viatura com policiais militares irá monitorar a área comercial, entre 10h e 22h, em horário de grande movimentação e de encerramento de expediente em lojas, assim como a saída de alunos de escolas. O tenente-coronel Menegatti acrescenta que os comandantes de patrulhamento foram orientados a manter a presença constante de viaturas na área comercial da Cidade também durante toda a noite.

Polícia já prendeu um acusado de furto a lojas

Um acusado de furto em lojas na área central da Cidade foi preso pela Polícia Militar no dia 31 de julho durante a noite no Centro da Cidade, conforme o comandante do Batalhão de São Mateus, tenente-coronel Giuliano Menegatti. Segundo ele, o homem estava de bicicleta, portando uma chave de fenda, possivelmente usada em arrombamentos.

De acordo com o comandante, ao ser questionado pelos militares sobre o motivo de portar uma chave de fenda, o suspeito acabou confessando ataques a três estabelecimentos comerciais.

Leia também:   Pelo 2º dia, reunião de governo com caminhoneiros termina sem consenso

O tenente-coronel frisa ainda que a PM está em busca do ladrão apelidado de Fantasma do Lençol e acrescenta que o suspeito coloca o lençol para não ser reconhecido nas imagens de videomonitoramento. Contudo, confia que brevemente os militares conseguirão deter o criminoso.

Alguns comerciantes relataram à Reportagem que o ladrão aparenta ser ‘experiente’ e ‘profissional’, pois leva apenas dinheiro dos estabelecimentos, além de conseguir romper a segurança das travas de portas com ‘ligeira habilidade’.

PM registra redução de roubos

Comandante do 13º Batalhão da Polícia Militar, o tenente-coronel Giuliano Menegatti aponta que em números comparativos de janeiro a maio de 2018 em relação ao mesmo período de 2017, teve redução no número de roubos em estabelecimentos comerciais. Ele explica que roubo é quando a vítima está presente no momento do crime e por isso sofre agressão física e/ou psicológica.

Conforme disse, somando os meses de janeiro a maio, foram registrados 32 roubos a estabelecimentos comerciais, sendo que em 2017 no mesmo período foram 70. Contudo, o numero de furtos, quando a vitima não está presente, aumentou de 38 para 47. Em residências, o número de roubos também diminuiu de 23 para 15 e de furtos subiu de 94 para 100.

Reestruturação do videomonitoramento

O comandante do Batalhão de São Mateus, tenente-coronel Giuliano Menegatti definiu também ações que visam reestruturar as atividades do sistema de videomonitoramento da Cidade. O comandante afirmou que pretende readaptar a central, que fica no Batalhão, a partir da próxima semana, com o objetivo proporcionar uma maior integração entre os profissionais que monitoram as 80 câmeras do sistema e os militares que operaram o serviço 190.

Ele acrescentou que encaminhará pedido à Secretaria Estadual de Segurança Pública para uma reestruturação também dos equipamentos e do pessoal, “para possibilitar que o serviço de monitoramento da Cidade seja melhor qualificado, permitindo que o crime seja flagrado pelos profissionais com maior facilidade”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here