A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Montanha prendeu, em flagrante, o gerente de uma fazenda suspeito de envolvimento em um esquema de furto de gado. A prisão ocorreu nesta quinta-feira (06), durante diligências na fazenda onde o investigado trabalha, em Mucurici.

Os policiais cumpriam dois mandados de busca e apreensão expedidos pelo Poder Judiciário, resultantes de uma investigação sobre furto de gado na região. Enquanto estavam na fazenda, os policiais presenciaram a chegada de um caminhão com oito cabeças de gado vivo, cuja origem não foi esclarecida pelo gerente da propriedade.

“Naquele primeiro momento, não foi possível identificar a procedência do gado. Entretanto, nossos policiais identificaram a marcação a ferro nos animais e realizaram levantamentos a fim de localizar os proprietários. O verdadeiro dono foi contatado, confirmou que não havia vendido os bois, o que nos levou a concluir que os animais foram subtraídos. A equipe, então, retornou à fazenda e deu voz de prisão ao gerente” – explica o titular da DP de Montanha, delegado Eduardo Mota.

Leia também:   Defesa Civil Estadual registra 13 pessoas desalojadas em decorrência de chuvas

A Polícia Civil registra que o gerente, que tem 54 anos, foi conduzido à Delegacia e autuado em flagrante pelo crime de furto qualificado, sendo encaminhado ao sistema prisional. A investigação segue em andamento, para identificar outros envolvidos.

Participação da sociedade

“É importante ressaltar a participação da sociedade nesses casos. Só temos como iniciar a investigação com o registro do Boletim de Ocorrência, e toda denúncia, mesmo que anônima, é apurada. Assim, orientamos que qualquer produtor que tenha tido gado subtraído registre o Boletim na Delegacia, para que possamos iniciar as diligências. E qualquer cidadão que tenha informações pode contribuir com nosso trabalho, por meio do Disque-Denúncia 181” – orienta o delegado Eduardo Mota.

 

Foto: PCES/Divulgação

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here