A equipe de resgate de animais e educação ambiental da 3ª Companhia do Batalhão da Polícia Militar Ambiental resgatou uma cobra com quatro metros e aproximadamente 80 quilos, nesta quarta-feira (11), dentro de uma casa no lado norte em Guriri.

Ao chegarem no endereço, a equipe manteve contato com a solicitante, que criava o animal numa área de contenção com vidro. Comandante da 3ª Companhia do Batalhão de Polícia Militar Ambiental, capitão Fabrício Pereira Rocha relata que a mulher disse que o vidro da contenção quebrou e o animal entrou para dentro da casa.

A cobra recolhida pesa aproximadamente 80 quilos. Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

O capitão acrescenta que a solicitante acionou a Polícia temendo que o animal escapasse e fosse para a rua, fazendo assim a entrega voluntária da cobra. Os policiais ficaram surpresos ao verificarem que se tratava de uma cobra da espécie píton (píton bivittatus), de 4 metros e aproximadamente 80 quilos.

Sendo tal animal uma espécie exótica e que não pode ser solta no meio ambiente brasileiro, por não ter predadores naturais.

Diante deste cenário, por se tratar de animal exótico criado em residência, os policiais ambientais recolheram a cobra, “utilizando todas as técnicas de contenção animal, onde foi armazenada e levada a sede da 3ª Companhia do Batalhão da Polícia Militar Ambiental, para posteriormente ser destinada ao projeto Cereias (Centro de Reintrodução de Animais Selvagens), para demais procedimentos específicos, referente a animais exóticos”.

Leia também:   Espírito Santo tem mais 3.515 casos de covid-19

 

Foto de destaque: Polícia Ambiental/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here