A Polícia Militar Ambiental deteve duas pessoas por extração ilegal de madeira, nas localidades de Córrego do Ouro e Córrego do Cavalo, em Nova Venécia. No Córrego do Cavalo, os policiais constataram a extração de 4m³ de madeira serrada de Sapucaiú ou Inuiba (Lecythis lúrida).

Na propriedade foram localizadas, ainda, duas motosserras sem os devidos registros nos órgãos ambientais. Diante dos fatos, o denunciado foi encaminhado à Delegacia de Nova Venécia, juntamente com o material apreendido.

Em continuidade aos atendimentos, a equipe deslocou até a comunidade do Córrego do Ouro, onde foi constatado o corte seletivo de uma árvore identificada, popularmente, como sendo o Guaribu Amarelo (Goniorrhachis marginata Taub.), serrada em 8 mourões de aproximadamente três metros de comprimento.

Comandante da 3ª Companhia do Batalhão da Polícia Militar Ambiental, o capitão Fabrício Pereira Rocha detalha que, segundo denunciado, os mourões foram comercializados pelo valor de R$ 200 cada.

Os policiais verificaram ainda o corte de uma árvore, popularmente conhecida como Jatobá, sendo esta serrada em 27 pranchões, totalizando, aproximadamente, cerca de 2 metros cúbicos de madeira. Sem as licenças de corte, o homem foi encaminhado à Delegacia de São Mateus.

Leia também:   Polícia Rodoviária Federal apreende pistola em São Mateus

Capitão Fabrício orienta aos proprietários de terras situadas em áreas rurais que, antes de realizarem qualquer intervenção na flora nativa, ou em outro recurso natural, busquem informações junto aos órgãos de extensão rural para não ficarem expostos ao cometimento de crimes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here