A Polícia Militar registrou em 2018 uma redução de 23,62% no número de homicídios na área do Batalhão de São Mateus, em comparação com o ano de 2017. O resultado abrange os municípios de São Mateus, Jaguaré, Conceição da Barra e Pedro Canário. Os números foram apresentados à Rede TC na manhã desta sexta-feira (11) pelo capitão Felipe Barboza, comandante da 1ª Companhia do 13º BPM. O capitão responde, interinamente, também pela Seção de Planejamento do Batalhão.

O capitão Felipe credita os números apresentados ao trabalho em equipe realizado pelos militares e a parceria com a Policia Civil, Ministério Público e entidades da sociedade. Foto: Ademilson Viana/TC Digital

Conforme os dados, os quatro municípios totalizaram no ano passado 97 homicídios contra 127 registrados em 2017. O capitão Felipe relata que em São Mateus foram registrados 56 homicídios, contra 68 do ano anterior. Nos outros três municípios os números foram os seguintes: Conceição da Barra (17 homicídios em 2018 e 20 em 2017); Jaguaré (16 homicídios em 2018 e 31 em 2017); e Pedro Canário (8 homicídios em 2018 e 8 em 2017).

O capitão apresentou também outros números que considera positivos do balanço de 2018 na área do Batalhão: redução de 10,16% nos registros de furto, de 30,13% de roubos, de 21,24% em crimes contra o patrimônio. Em contrapartida, foram registrados aumentos de 6,07% no número de armas apreendidas, de 3,15% de pessoas detidas, de 10% no número de veículos roubados recuperados, além de redução de 20,89% nas prisões de foragidos da Justiça.

Leia também:   PM registra três roubos de veículos em Guriri no final de semana

Em relação a drogas, a PM registra a apreensão de 43 tabletes e mais 33,8 kg de maconha, quase cinco quilos de cocaína e de quase 20 quilos de crack, entre outros entorpecentes. Em 2018, o Batalhão realizou 3.304 operações de cerco tático, 1.917 visitas tranquilizadoras, 409 abordagens a táxis, 592 abordagens a motos, 259 abordagens em transporte coletivos e 487 operações de fiscalização de trânsito.

O capitão Felipe credita os números apresentados ao trabalho realizado pelos militares e as parcerias com à Policia Civil, Ministério Público e entidades da sociedade civil, entre elas, os conselhos municipais de Segurança e a Câmara de Dirigentes Lojistas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here