A população de Pinheiros está em choque e em luto com a morte no período de duas semanas de quatro pessoas da família Mota, vítimas de covid-19. O clima é de comoção. O óbito mais recente é o da professora Maria Aparecida Mota do Livramento, a Tida, ocorrido na madrugada desta quinta-feira (8), no Hospital da Unimed, em Linhares.

A matriarca da família Mota, de Pinheiros, foi a primeira a falecer no dia 25. Foto: Divulgação

Sobrinho de Tida, Estevão Mota Braga relata que as pessoas da família começaram a sentir sintomas no meio do mês de março. Na quinta-feira (25), a avó dele, Iracy Pereira da Mota, faleceu no dia que completava 91 anos. No mesmo dia, também morreu o tio de Estevão, Pedro Pio.

Na terça-feira (6), a mãe de Estevão, Marilda Mota, a Mara, também não resistiu à covid-19. E o sofrimento da família foi ampliado nesta quinta-feira (8), com a morte de Tida, que deixa o esposo Dico e os filhos Thaís, Ane e André. Um cortejo e o sepultamento do corpo ocorreu nesta manhã em Pinheiros.

Estevão relata que o vírus também infectou mais pessoas da família, inclusive acompanhava uma tia na enfermaria do Pronto Socorro do Hospital Roberto Silvares, que já passou do período de contaminação, mas segue em tratamento das sequelas.

Leia também:   Morador de Guriri é mais uma vítima fatal de covid-19 em São Mateus
Tida, que faleceu nesta madrugada, na foto com a filha Thaís e com o esposo Dico. Foto: Divulgação

A família Mota é muito conhecida em Pinheiros, sobretudo nas ações da igreja católica. A Paróquia São João Evangelista também manifesta luto pelo falecimento de moradores queridos na comunidade pinheirense.

A Paróquia São João Evangelista está de luto. Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here