A Delegacia da Polícia Federal de São Mateus prendeu quarta-feira (22), em Guriri, um homem, ex-cabo da Polícia Militar de Minas Gerais, acusado de pertencer um grupo de extermínio naquele estado.

A PF detalha que a Força Tarefa de Segurança Pública do Espírito Santo, composta por policiais federais, rodoviários federais e guardas civis de Vitória, Vila Velha, Serra e Viana, coordenou a ação.

“Condenado a mais de 21 anos por um cruel homicídio na região de Governador Valadares e acusado de pertencer a um grupo de extermínio e de envolvimento em mais de 30 mortes, ele era procurado desde 2017 quando fugiu de um batalhão onde estava preso” – detalha

As ações para localizá-lo e prendê-lo se iniciaram no início deste do mês, quando o Setor de Capturas da PF em Brasília repassou para a Força Tarefa informações que poderiam indicar o paradeiro ex-militar no Espírito Santo.

“A partir daí inúmeras diligências foram realizadas ao longo das últimas semanas que indicaram que ele poderia estar se escondendo no norte capixaba. Foram então acionadas equipes da Polícia Federal em São Mateus que confirmou que ele estava residindo com a esposa no Balneário de Guriri” – descreve.

Leia também:   ES cumpre mandado em operação internacional contra pirataria online

A PF acrescenta que o homem não resistiu à abordagem e confirmou que sabia da ordem de prisão em seu desfavor. Ele foi então entregue a SEJUS onde ficará à disposição da Justiça.

“A prisão do foragido somente foi possível em razão da cooperação entre a SECAP, Força Tarefa e Delegacia da PF em São Mateus” reforça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here