Por Associated Press (Estadão Conteúdo)

Um número desconhecido de pessoas está sendo mantido refém há horas em uma boate na cidade de Ede, que fica a 85 quilômetros de Amsterdã, na Holanda. Ao menos três delas foram liberadas no começo da manhã deste sábado, 30. A informação veio da polícia local, que acrescentou que “a situação não acabou”. Ainda segundo a polícia, “no momento não há indicação de motivação terrorista”.

A polícia de Gelderland anunciou a libertação dos reféns em uma mensagem no X, antigo Twitter. Eles não deram mais detalhes se mais reféns permaneceram na boate. Policiais fortemente armados e equipes especiais de detenção, algumas usando máscaras, concentraram-se em frente à popular boate.

Vídeo do local mostrou três pessoas saindo da boate com as mãos para cima após serem libertadas.

-Foto: Reprodução

No início do sábado, policiais isolaram uma praça no centro de Ede e evacuaram cerca de 150 casas próximas, dizendo que várias pessoas estavam sendo mantidas reféns em um prédio no local.

O porta-voz da polícia, Simen Klok, disse à Associated Press (AP) que pessoas estavam sendo mantidas reféns, mas se recusou a dar mais detalhes do incidente ou dizer quantas pessoas estavam envolvidas.

Os reféns estavam sendo mantidos no Cafe Petticoat, um bar e boate popular em Ede, de acordo com um cinegrafista da AP presente no local. Imagens da cena em Ede mostraram policiais e bombeiros nas ruas em uma área isolada.

O município disse que todas as lojas do centro de Ede permaneceriam fechadas enquanto a situação continuasse. Os trens saindo e chegando na estação da cidade também foram suspensos.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here