A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Jaguaré deflagrou, nesta semana, a Operação Têmis, com o objetivo de cumprir mandados de prisão, apreensão e de internação de indivíduos ligados a organizações criminosas que atuam no município de Jaguaré, no norte do Estado.

As diligências tiveram início nessa terça-feira (23), quando um adolescente de 17 anos foi apreendido e um jovem de 19 anos preso. Contra o maior, a Justiça expediu um mandado de prisão. Já o adolescente tinha mandado de internação em aberto.

Na quarta-feira (24), outro adolescente de apenas 14 anos se entregou na Delegacia. Contra ele também havia um mandado de internação e era procurado. Sem ter mais como se esconder, acabou se entregando.

“Os menores fazem parte da mesma organização criminosa ligada a crimes violentos registrados em Jaguaré. Nossas investigações apontam que eles estão envolvidos em um homicídio cometido no dia 20 de dezembro do ano passado. Já o maior, é investigado por envolvimento em outro homicídio, cometido no dia 30 de janeiro deste ano”, relatou a titular da DP de Jaguaré, delegada Gabriella Zaché.

Leia também:   PRF Recupera quatro veículos roubados em um período inferior a 24 horas

Submetralhadoras para o tráfico

Nessa quarta-feira (24), os policiais civis da delegacia de Jaguaré receberam informações de que um integrante de uma organização criminosa estaria comercializando armas e munições, e fabricando submetralhadoras artesanais em sua residência, com o objetivo de disponibilizar o armamento para o tráfico local.

A denúncia foi averiguada e o indivíduo identificado, bem como endereço dele. Durante a abordagem, os policiais constataram que o suspeito portava uma escopeta calibre 12, carregada com nove munições. “Consultamos o sistema e verificamos que a arma era devidamente registrada, porém, não por este indivíduo. A espingarda foi furtada em 2016, em uma propriedade na zona rural de Montanha”, relatou a delegada.

Em seguida, os policiais realizaram buscas na residência do suspeito e encontraram uma oficina clandestina para fabricação de armas ilegais. Foi apreendida uma submetralhadora de fabricação artesanal, calibre .380, com dois carregadores, munições, uma estrutura metálica para montagem de outra submetralhadora, uma peça de metalon para fabricação de carregadores, dois canos de ferro para fabricar armas, seis molas de conjunto de ferrolho de arma de fogo, duas travas de gatilho, dois gatilhos, e ainda um celular e uma bucha de maconha.

Leia também:   PRF Recupera quatro veículos roubados em um período inferior a 24 horas

O homem foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e receptação, e encaminhado ao sistema prisional.

Texto: Camila Ferreira

Foto: PCES/Divulgação

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here