A área central de Guriri novamente foi tomada pela água das chuvas e o balneário registrou alagamentos em vários pontos. “As bombas de sucção pararam de funcionar e o problema ficou ainda maior, levando o prefeito Caffeu a traçar um plano emergencial e mobilizar equipes para socorrer moradores e comerciantes na Ilha neste feriado de Nossa Senhora da Aparecida”, detalha a Secretaria de Comunicação. “Ele também está percorrendo outros pontos críticos de São Mateus para fazer o levantamento dos principais problemas e buscar soluções”, complementa.

De acordo com a Secretaria, Caffeu acionou servidores do Saae e de outros setores da Prefeitura, contando ainda com o auxílio do empresário Jacimar Zanelato e de voluntários. “O empresário disponibilizou uma bomba e um caminhão de sucção com capacidade de armazenamento de 40 mil litros d’água, e também foi utilizada uma bomba do Saae. Os trabalhos começaram logo nas primeiras horas da manhã e seguiram no decorrer do dia” – aponta a Pasta.

 

 

Leia também:   Cortes federais em bolsas de pesquisas afetam mateenses

SOLUÇÃO DEFINITIVA

“Ainda é uma solução paliativa, que ameniza o problema dos moradores e comerciantes nesse momento. Mas quando chove de novo, o problema volta. Já nesta quarta-feira (13), vamos nos reunir com a nossa equipe de Engenharia e fazer um projeto para acabar de vez com esse transtorno” – destacou Caffeu, que coordenou pessoalmente os trabalhos em Guriri.

“Choveu, alagou. Essa tem sido a rotina em Guriri há décadas. Contudo, Caffeu está confiante em encarar e vencer o desafio” – frisa a Comunicação Municipal.
“Vamos até onde pudermos com os recursos do nosso Município, mas também contamos com o Governo do Estado e Governo Federal. O que não pode é o nosso povo estar passando sempre por esse sofrimento” – disse o prefeito.

 

Foto do destaque: Secom-PMSM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here