PAUTA DO LEITOR

Moradora da Rua 36, lado norte, na Ilha de Guriri, Regina Célia relata que há meses percebeu um vazamento de água na rede de abastecimento do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) na via em que mora. Ela afirma que já solicitou o reparo ao Saae, mas até a tarde desta terça-feira (2) nada foi feito.

Segundo Regina Célia, um cano deve ter furado e água jorra pela rua. Ela frisou que não chega a faltar água nas residências, mas a preocupação é mesmo com o desperdício. “Água hoje vale ouro”, argumenta.

Regina disse que “o vazamento começou com um buraquinho”, mas agora “tem uma piscina na rua” e o temor dela é que “vire um chafariz”. Deste modo, ela pede ao Saae uma solução para o vazamento na rua onde mora há 11 anos.

SAAE

Em entrevista por telefone no início da noite desta terça-feira, o diretor do Saae René Michel Kherlakian disse que, até o momento não tinha ciência do problema, mas que nas primeiras horas da manhã desta quarta (3) enviará uma equipe ao local.

Leia também:   Bandes já pode iniciar captação de 30 milhões de dólares junto ao BID

Quanto ao abastecimento de água na Cidade, René Michel disse que “não estamos com nenhum problema à vista” e que o serviço está sendo feito “dentro dos parâmetros de qualidade” exigidos pela Organização Mundial de Saúde.

São Mateus-ES

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here