Em busca de apoio para melhorias na Comunidade Córrego Grande e entorno, os líderes comunitários Luiz Carlos Camp e Lucas Martins Negris estiveram esta semana na Câmara Municipal. Representantes do Movimento Quilombola no Córrego Grande, como presidente e vice-presidente, os dois usaram a Tribuna Livre na sessão de terça-feira, dia 2, a primeira deste mês de agosto. O convite partiu do vereador Lailson da Aroeira, que tem atuação nas adjacências.

Luiz Carlos relatou a luta por reconhecimento da comunidade como remanescente de quilombo, junto a Fundação Cultural Palmares. Segundo ele, já houve sinalização positiva da organização federal, e as demandas passam agora para a construção de uma sede que ampare o movimento quilombola na efetivação de benefícios concretos com esse reconhecimento, o que pode resultar inclusive numa cooperativa.

Lucas completou que, após um processo com rápida tramitação, a comunidade foi contemplada com o reconhecimento federal, abrangendo também outras localidades próximas. Aproveitando o momento, elencou demandas de moradores, como repatrolamento de estradas vicinais, reforma de escola, reabertura de ponto de apoio para atendimento médico e reforço no sistema de abastecimento de água potável. “Precisamos de todos vocês, e precisamos também do apoio do prefeito”, disse.

Leia também:   Pacheco diz que Congresso não aceitará retrocessos e fala em apoio irrestrito à liberdade de expressão

Após debate para esclarecimento sobre atendimentos do poder público na região, vereadores manifestaram solidariedade a demandas da comunidade, e orientaram formar uma comissão para reunião de trabalho com o chefe do Poder Executivo.
Com interesse especial, o vereador Adeci de Sena disse que gostaria de conhecer a tramitação do processo de reconhecimento como comunidade quilombola concedida a Córrego Grande. Ele prometeu auxiliar nas demandas relacionadas a fundações que prestam apoio a povos tradicionais da região.

Os vereadores Cristiano Balanga (líder do Prefeito) e Ciety Cerqueira elencaram atendimento recente às comunidades daquela região. Carlinho Simião e Lailson da Aroeira elogiaram as iniciativas da comunidade em busca de melhorias. Lailson inclusive disse que participou de reunião com mais de 200 pessoas há cerca de 15 dias.

O presidente da Câmara, vereador Paulo Fundão, ressaltou que faz questão de visitar a comunidade e assegurou apoio no processo de efetivo reconhecimento autodeclarado como comunidade quilombola. “Conte com este parlamento”, frisou.

 

Foto do destaque: Divulgação

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here